Zarco dificulta, mas Lowes volta a voar e comanda Moto2 no Catar. Rabat anota terceiro tempo no último treino livre

Sam Lowes segue imbatível o Catar. Apesar do esforço de Johann Zarco, o britânico voltou a colocar a Speed Up no topo da tabela de tempo. No giro final, Tito Rabat entrou no grupo do 1min59s e consolidou seu terceiro posto

#banergoogle Sam Lowes não está para brincadeira no Catar. Em seu segundo ano na Moto2, o campeão de 2013 do Mundial de Supersport voltou a mostrar um ritmo acima da concorrência e, mesmo depois de uma briga feroz com Johann Zarco na noite desta sexta-feira (27), vai dormir como líder da divisão intermediária. 
 
No treino desta sexta, a última sessão livre da Moto2, apenas três pilotos conseguiram romper a barreira de 2 minutos. Lowes e Zarco o fizeram com alguma frequência, com Tito Rabat entrando na brincadeira na parte final da sessão.
Sam Lowes foi o mais rápido no terceiro treino da Moto2 em Losail (Foto: Divulgação/MotoGP)
Sandro Cortese também conseguiu mostrar bom ritmo e ficou com o quarto posto da tabela de tempos, mas já 1s005 atrás do líder. Axel Pons surge na sequência, 0s013 à frente de Jonas Folger, seu companheiro na Argiñano & Ginés.
 
Franco Morbidelli anotou 2min00s637 e ficou com o sétimo tempo, com Tom Lüthi em oitavo e Álex Rins de novo em nono. Xavier Siméon completa o rol dos dez primeiros colocados. 
 
Também estreando na temporada 2015 da Moto2, Álex Márquez fez sua melhor volta em 2min01s030 e ficou com o 11º posto.
 
A cobertura completa do GP do Catar no GRANDE PRÊMIO

#GALERIA(5253)

Saiba como foi o terceiro treino livre da Moto2 em Losail:
 
A Moto2 foi a terceira categoria a ir para a pista nesta sexta-feira. No início do treino, os termômetros marcavam 23°C, com o asfalto chegando aos 26°C. A velocidade dos ventos era de 10 km/h.
 
Líder no primeiro dia de treinos, Sam Lowes não tardou a se instalar no topo da tabela. Com 2min00s321, o britânico abriu os trabalhos na liderança, à frente de Tito Rabat, Jonas Folger, Axel Pons e Simone Corsi.
 
Na sequência, Lowes foi ainda melhor, consolidando a liderança. Johann Zarco também apareceu para ocupar a terceira colocação.
 
Ainda no início da sessão, Sam, que no primeiro dia em Losail usou o mesmo pneu dianteiro durante todo o dia, cravou 2min00s219, abrindo 0s244 de vantagem para Rabat. Zarco vinha em terceiro.
 
Estreando na Moto2, Álex Márquez mostrou seu melhor desempenho nesta manhã, cravando 2min01s47 e assumindo o sexto posto, à frente de Sandro Cortese, Axel Pons e Franco Morbidelli. 
 
Na garagem da Pons, Luis Salom seguia em dificuldades. O espanhol teve problemas com a moto no primeiro dia em Losail e voltou a sentir falhas na Kalex nesta sexta. A situação de Álex Rins não era muito melhor, mas apesar de ter passado algum tempo preso nos boxes, o novato conseguiu voltar para a pista.
 
Em meados da sessão, os pilotos partiram para os boxes em busca de novas melhoras no equipamento. Lowes liderava com 0s244 de vantagem para Rabat. Zarco tinha o terceiro posto, à frente de Pons, Folger, Tom Lüthi, Cortese, Márquez, Morbidelli e Takaaki Nakagami.
 
Restando 20 minutos para o fim da sessão, Zarco cravou 2min00s080 e tomou a ponta de Lowes por uma diferença de 0s139. Johann tentou uma nova volta na sequência, mas não conseguiu melhorar.
 
Morbidelli, então, teve um ligeiro flerte com a ponta da tabela, mas encontrou Thitipong Warokorn pelo caminho e não conseguiu manter o mesmo ritmo.
 
De volta à pista após passar pelo boxes da Speed Up, Lowes voltou a quebrar a barreira de 2min — o único piloto na história da Moto2 a ter feito isso em Losail — e retomou a liderança ao registrar 1min59s955.
 
Pouco depois, Zarco entrou na brincadeira, baixou para 1min59s987 e levou a vantagem de Lowes para 0s032. Rabat vinha em terceiro, à frente de Pons, Folger, Márquez, Lüthi, Cortese, Morbidelli e Nakagami.
Sem muita demora, Zarco cravou 1min59s745 e removeu Lowes da liderança, abrindo 0s210 de vantagem para o rival da Speed Up. Rabat vinha quietinho em terceiro, 0s452 mais lento que o ponteiro. 
 
Mais atrás, Hafizh Syahrin também melhorou seu tempo de volta e subiu para décimo, se instalando na frente de Lorenzo Baldassarri, Morbidelli, Nakagami e Rossi.
 
Quase que imediatamente, Rins registrou 2min01s146 e passou a ocupar o décimo posto, 1s401 longe do pega entre Zarco e Lowes.
 
Em uma briga feroz pela ponta, Zarco cravou 1min59s677, se mantendo na ponta. Lowes veio logo atrás, bateu 1min59s541 e tomou a liderança.
 
Álex Rins abriu um novo giro na sequência, subindo para nono. Antigo companheiro de Estrela Galicia 0,0, Márquez vinha em 11º.
 
Moto2, GP do Catar, Losail, 3º Treino Livre:
 
1
22
SAM LOWES
ING
SPEED UP
1:59.541
 
2
5
JOHANN ZARCO
FRA
AJO Kalex
1:59.677
+0.136
3
1
ESTEVE RABAT
ESP
MARC VDS Kalex
1:59.993
+0.452
4
11
SANDRO CORTESE
ALE
INTACT Kalex
2:00.315
+0.774
5
49
AXEL PONS
ESP
ARGIÑANO & GINÉS Kalex
2:00.546
+1.005
6
94
JONAS FOLGER
ALE
ARGIÑANO & GINÉS Kalex
2:00.559
+1.018
7
21
FRANCO MORBIDELLI
ITA
ITALTRANS Kalex
2:00.637
+1.096
8
12
THOMAS LÜTHI
SUI
INTERWETTEN Kalex
2:00.704
+1.163
9
40
ÁLEX RINS
ESP
PONS Kalex
2:00.783
+1.242
10
19
XAVIER SIMÉON
BEL
GRESINI Kalex
2:00.961
+1.420
11
73
ÁLEX MÁRQUEZ
ESP
MARC VDS Kalex
2:01.030
+1.489
12
55
HAFIZH SYAHRIN
MAS
RACELINE Kalex
2:01.180
+1.639
13
36
MIKA KALLIO
FIN
ITALTRANS Kalex
2:01.236
+1.695
14
96
LOUIS ROSSI
FRA
TASCA Tech3
2:01.259
+1.718
15
7
LORENZO BALDASSARRI
ITA
FORWARD Kalex
2:01.266
+1.725
16
3
SIMONE CORSI
ITA
FORWARD Kalex
2:01.285
+1.744
17
30
TAKAAKI NAKAGAMI
JAP
TEAM TADY Kalex
2:01.354
+1.813
18
39
LUIS SALOM
ESP
PONS Kalex
2:01.461
+1.920
19
95
ANTHONY WEST
AUS
QMMF Speed Up
2:01.715
+2.174
20
88
RICKY CARDÚS
ESP
TECH3 Mistral 610
2:01.724
+2.183
21
60
JULIÁN SIMÓN
ESP
QMMF Speed Up
2:01.742
+2.201
22
25
AZLAN SHAH
MAS
TEAM TADY Kalex
2:01.877
+2.336
23
4
RANDY KRUMMENACHER
SUI
JIR KALEX
2:02.097
+2.556
24
77
DOMINIQUE AEGERTER
SUI
INTERWETTEN Kalex
2:02.165
+2.624
25
23
MARCEL SCHROTTER
ALE
TECH3 Mistral 610
2:02.314
+2.773
26
51
ZAQHWAN ZAIDI
MAL
JPMOTO MALAYSIA Suter
2:03.029
+3.488
27
10
THITIPONG WAROKORN
TAI
SAG Kalex
2:03.400
+3.859
28
70
ROBIN MULHAUSER
SUI
INTERWETTEN Kalex
2:03.550
+4.009
29
66
FLORIAN ALT
ALE
IODA Suter
2:03.712
+4.171
30
2
JESKO RAFFIN
SUI
SAG Kalex
2:04.429
+4.888
 
 
 
 
 
 
 
RECORDE
MAVERICK VIÑALES
ESP
PONS Kalex
2:00.168
161.1 km/h
MELHOR VOLTA
SAM LOWES
ING
SPEED UP
1:59.541
162 km/h
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Condições do tempo
 
PISTA SECA
 
ar: 23ºC | pista: 26ºC

O MELHOR ESTREANTE

A F1 que Wilsinho Fittipaldi e Chico Serra viram pela primeira vez era muito diferente da atual. Carros, circuitos, tecnologia, dinheiro, tudo. Mas, principalmente, o grid era muito maior. 33 carros estavam inscritos e 25 largaram no GP da Espanha de 1972, que Wilsinho terminou na sétima posição. 24 alinharam no grid em Long Beach em 1981, quando Serra também debutou chegando em sétimo. Mas o tamanho do grid não apaga o brilho do quinto lugar de Felipe Nasr no GP da Austrália de 2015, que os desbancou e se tornou o melhor resultado de um estreante brasileiro na história da categoria

MADUROS, MAS COM
TESÃO DE JOVENS

Os dois já são veteranos. Um tem os primeiros fios grisalhos e outro passou dos 40. Mas os dois seguem firmes e fortes na Indy e usam a idade como um grande fator positivo. Helio Castroneves e Tony Kanaan prometem a mesma disposição dos tempos em que começaram na Indy para conquistarem o título da temporada 2015. E os dois estão nas duas melhores equipes possíveis: a Penske e a Ganassi, respectivamente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube