MotoGP
17/03/2018 10:33

Zarco rebate rumores sobre Honda e nega medo de formar dupla com Márquez: “É como equipe dos sonhos”

O futuro de Johann Zarco foi alvo de rumores no paddock no Catar. Em Losail, começou a circular a informação de que o francês poderia ir para a Honda, sendo companheiro de Marc Márquez. Sobre isso, o piloto falou que seria a equipe dos sonhos
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Johann Zarco com a Tech3 no primeiro dia de treinos no Catar (Foto: Michelin)

A MotoGP acabou de dar o pontapé inicial para a temporada 2018, mas os rumores sobre a dança das cadeiras já estão a todo vapor. O próximo lance interessante que se especula que seria visto no grid é a ida de Johann Zarco para a Honda.
 
Marc Márquez, Valentino Rossi e Maverick Viñales já sabem seus destinos para os próximos anos, com contratos assinados para as próximas temporadas. Enquanto isso, o francês da Tech3 tem sido apontado em diversas fábricas, como Honda, Suzuki e KTM.
 
No entanto, entre todos os rumores que surgiram no paddock em Losail, o mais interessante e que chamou a atenção foi de que poderia ser companheiro do #93. Atualmente, Dani Pedrosa ainda não definiu os próximos passos de sua carreira.
Quais serão os próximos passos de Johann Zarco? (Foto: Michelin)

Enquanto para alguns fazer par com um piloto quatro vezes campeão poderia ser assustador, Zarco mostrou animação com a possibilidade. “Por que ter medo? Ser companheiro de Márquez seria algo legal”, comentou.
 
“É como equipe dos sonhos. Quando eu era pequeno e assistia a MotoGP, não via muito, mas lembro de imagens de Mick Doohan. Depois foi de Valentino Rossi na Honda, e agora Márquez. É sempre um time legal de se ver”, seguiu.
 
Mas apesar de todo o burburinho sobre o seu futuro, Johann não tem pressa para tomar a decisão, ainda mais no início da temporada. “Preciso esperar e ter calma. Eu acho que primeiro devo correr as três primeiras corridas do ano, e então saberemos”, disse.
 
“[A performance da moto] É um fator importante [na decisão] com certeza! Mas também preciso ver as oportunidades que chegam até mim. Eu fiz ótimos testes, mas correr ótimas corridas é o que faz a diferença”, completou.
 
A partir de 2019, a Tech3 vai mudar o chassi de Yamaha para KTM, e apesar de Herve Poncharal, chefe da equipe, expressar seu desejo em manter o competidor, foi direto. “Caso Johann não consiga uma moto de fábrica, acredito que há algo errado”.