Cale Yarborough, primeiro tricampeão consecutivo da Nascar, morre aos 84 anos

Um dos maiores nomes da história da Nascar, Cale Yarborough foi campeão entre 1976 e 1978. Aos 84 anos, morreu neste domingo (31), mas a causa do falecimento não foi divulgada

Cale Yarborough, um dos mais importantes pilotos da história da Nascar, morreu neste domingo (31) aos 84 anos, mas a causa da morte não foi divulgada. Na categoria de turismo americana, correu de 1957 até 1988, quando decidiu se aposentar das pistas e investir na própria equipe.

Durante os 31 anos na Nascar, Yarborough fez 560 corridas e tornou-se o primeiro tricampeão consecutivo da categoria, entre 1976 e 1978 — feito que só seria superado décadas depois, por Jimmie Johnson, vencedor entre 2006 e 2010. Além disso, é o sexto maior vencedor da história, com 83 triunfos, sendo quatro deles na tradicional Daytona 500 e outros cinco em Darlington, no estado em que nasceu.

Relacionadas


Nascido em 27 de março de 1939, em uma família que cultivava tabaco e algodão no estado da Carolina do Sul, Yarborough passou a pilotar veículos aos nove anos, com um trator na fazenda. Antes de chegar ao automobilismo, explorou outros esportes, como boxe e futebol americano — nesse último, inclusive, recebendo uma bolsa estudantil na famosa Universidade de Clemson —, mas a paixão pelo esporte a motor passou a falar mais alto.

Depois de muitas provas amadoras, foi chamado para correr na Nascar em 1957, nas tradicional e perigosa pista de Darlington, terminando em 42º. A partir daí, decidiu seguir a carreira no esporte, tornando-se um dos grandes nomes da categoria.

A briga de Yarborough com os irmãos Bobbie e Donnie Allison na volta final da Daytona 500 de 1979 (Foto: Reprodução)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Além das vitórias e dos títulos, também ficou famoso por um inusitado incidente na Daytona 500 de 1979, a primeira prova televisionada nos Estados Unidos do início ao fim. Em intenso duelo com Donnie Allison na última volta, os dois carros se tocaram e abandonaram. Ainda no gramado interno da pista, Yarborough começou uma troca de socos com o adversário (e o irmão dele) em uma das cenas mais famosas da história da Nascar.

Por conta de seus feitos na pista, foi introduzido no Nascar Hall of Fame em 2012. Em comunicado, Jim France, o presidente da categoria, comentou sobre a morte de Yarborough neste final de ano.

“Cale Yarborough foi um dos mais duros competidores que vi na Nascar. A combinação de talento, garra e determinação separaram Cale do resto, nas pistas e nos livros de recordes. Ele era respeitado e admirado por fãs e competidores. Em nome da família France e da Nascar, ofereço minhas sinceras condolências para a família e amigos”, pontuou.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias do GP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.