Focado na decisão da Nascar, Gordon tenta ignorar aposentadoria e “quantidade tremenda” de distrações

A etapa de Homestead não será apenas a última da carreira de Jeff Gordon: o veterano chega em Miami para disputar o quinto título. Para manter o foco, o #24 fala em deixar de lado a “quantidade tremenda” de distrações do fim de semana

A última corrida de Jeff Gordon na Nascar tem tudo para seu uma das mais importantes. O veterano, perto de encerrar um ciclo de 23 temporadas, conseguiu chegar à final do Chase, se colocando como um dos quatro finalistas de 2015. E é nisso que o #24 quer focar, deixando o fim de carreira de lado – pelo menos por alguns dias.
 
“Vou ter uma quantidade tremenda de distrações até lá, e vou fazer meu melhor para elimina-las quando começarmos os treinos e a classificação. Mas esse esporte é só sobre lidar e controlar distrações. Fazemos isso todos os dias, todos finais de semana. Você precisa crescer, mas não vejo isso como um problema”, analisou Gordon.
O ano da aposentadoria de Gordon pode ser também o ano do quinto título (Foto: Getty Images)
O piloto da Hendrick – ao lado de Kevin Harvick, Kyle Busch e Martin Truex Jr. – vai para Homestead em busca da quinta taça da Nascar. Gordon, aliás, não é campeão do certame desde 2001.
 
Ao contrário do que se viu no começo do século, Jeff está longe de ser um favorito, dada sua inconsistência ao longo de 2015. Mesmo assim, o piloto está feliz com a forma que seu último ano como profissional se desenrolou.
 
“Só tem uma volta que quero liderar, e essa é a última. Foi incrível ver a temporada, que começou muito irregular, nos levar para o Chase, onde fomos sólidos. Nos sentimos muito, muito afortunados e animados”, continuou.
 
Mesmo assim, Gordon não quer saber de relaxar em Miami e assumir o papel de coadjuvante. Sem nada a perder, o #24 só quer saber de título.
 
“Quando comecei essa temporada e fiz o anúncio, eu apenas torci para que isso pudesse acontecer novamente, e está. Agora, não é suficiente simplesmente ser parte disso. Queremos acelerar o máximo e extrair absolutamente tudo de nós e ver se podemos ter alguma chance”, finalizou.
 
Para ser campeão em Homestead, o veterano precisa de algo que na teoria é simples, mas pode ser complicado: chegar à frente de todos seus rivais no Chase. Quem o fizer será declarado campeão de 2015.
 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Lembram-se daquele carro conceito de 2017 que a Ferrari fez no começo do ano? Pois o pessoal da Asseto Corsa trabalhou…

Posted by on 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;

google_ad_slot = “8352893793”;

google_ad_width = 300;

google_ad_height = 250;


function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;

document.MAX_ct0 = '';

var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');

var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);

document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube