Johnson testa negativo para coronavírus e volta à Nascar já no fim de semana

Jimmie Johnson estava assintomático, mas precisou perder a etapa de Indianápolis da Nascar após pegar coronavírus. O #48 já se curou por completo e retorna em Kentucky

Jimmie Johnson recebeu uma péssima notícia com o diagnóstico de coronavírus antes da etapa de Indianápolis da Nascar. Em contrapartida, veio uma ótima nesta quarta-feira (8): o titular do #48 testou negativo para o vírus, indicando recuperação total da infecção. Dessa forma, Johnson fica liberado para correr já neste fim de semana, em Kentucky.

“Minha família é muito grata pelo suporte e pelo amor incrível que recebemos nos últimos dias”, disse Johnson. “Quero agradecer em particular ao Justin Allgaier por me substituir em Indianápolis e por ser um grande profissional. Eu estou ansioso para voltar à equipe neste fim de semana”, seguiu.

Jimmie Johnson volta ao grid da Nascar (Foto: Jared C. Tilton/Getty Images/AFP)

Johnson foi o primeiro piloto de uma categoria de ponta diagnosticado com o coronavírus. O #48 estava assintomático, mas ainda representava um perigo aos outros. Dentro da equipe Hendrick, outros quatro funcionários acabaram infectados.

O coronavírus, entretanto, já fez estrago na temporada de Johnson. O #48 luta por pontos para seguir no grupo de 16 classificados para os playoffs da Nascar. Afastado em Indianápolis, o heptacampeão caiu de 12° para 15° na classificação e se tornou mais ameaçado.

A temporada 2020 é a última de Johnson como piloto da Nascar em tempo integral. O veterano anunciou ainda no começo do ano que deixa o #48, que ocupa desde 2001.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube