Nascar

Júri decide não incriminar Stewart e promotoria afirma que piloto morto fumou maconha antes de corrida

Três vezes campeão da Nascar, Tony Stewart não será incriminado por assassinato no caso do acidente fatal de Kevin Ward Jr no oval de terra de Canandaigua no último mês de agosto. O júri popular do Condado de Ontário, no estado de Nova York, decidiu por não levar a acusação adiante após a revelação de que o piloto morto estava sob o efeito de entorpecentes. Veja o vídeo do acidente

Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
Tony Stewart não será incriminado por assassinato pelo atropelamento e morte de Kevin Ward Jr., em corrida num oval de terra na cidade de Canandaigua, no estado de Nova York, no último dia 9 de agosto. A decisão foi anunciada nesta quarta (24) pelo júri popular designado pelo Condado de Ontário.

O promotor do caso, Michael Tantillo, revelou que o exame toxicológico apontou indícios de consumo de maconha pouco antes da corrida. O suficiente para "comprometer o julgamento", segundo ele. "Não existe base para incriminar Tony Stewart", concluiu o júri popular.

A decisão foi antecipada uma hora antes pelo site americano 'TMZ', que ressaltou a afirmação dos investigadores de terem visto um vídeo diferente do liberado. No entanto, não foi suficiente para decidir pelo indiciamento do piloto.

O caso havia sido levado ao tribunal do júri pela promotoria em parceria com a polícia, ambas do Condado de Ontário, responsáveis pelas investigações desde o princípio.
 
Na ocasião, o dono de três títulos da Nascar participava da prova e disputava posição com Ward, de 20 anos, quando Stewart espalhou e acabou empurrando o adversário em direção ao muro. Irritado, Ward desceu do carro para reclamar do veterano na volta seguinte. Em bandeira amarela, o jovem piloto foi até o meio da pista reclamando, e após o primeiro carro desviar, Stewart o acerta em cheio.
Tony Stewart (Foto: Daniel Shirey/Getty Images)
Logo após o anúncio do veredito, Stewart fez um comunicado onde chamou a situação de "período mais difícil e emocional" de sua vida e agradeceu a ajuda que teve durante o último mês e meio.

Confira o comunicado de Stewart:

"Este tem sido o período mais difícil e emocional da minha vida e ficará comigo para sempre. Estou muito grato por todo o apoio que recebi e continuo a receber.
 
Respeito tudo que a promotoria e o condado fizeram para investigar esse trágico acidente. Embora o processo tenha sido longo e emocionalmente difícil, permitiu que todos os fatos do acidente fossem identificados e conhecidos.
 
Enquanto muita da atenção tem sido para mim, é importante lembrar que um jovem perdeu a vida. A família e os amigos de Kevin Ward Jr. estarão para sempre em meus pensamentos e orações."

Veja o vídeo do acidente: