Outras

“Muito triste” por morte de Hubert, Petecof vai ao pódio da F4 Italiana em Ímola

Na abertura da rodada quádrupla da F4 Italiana em Ímola, Gianluca Petecof sofreu um revés na primeira corrida deste sábado e teve de abandonar. Na segunda prova, porém, reagiu e terminou em segundo. Mas o brasileiro se mostrou devastado pela morte de Anthoine Hubert em Spa-Francorchamps na F2

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
Gianluca Petecof viveu um sábado (31) de emoções contrastantes na abertura da rodada quádrupla que a F4 Italiana promove neste fim de semana em Ímola. Dentro da pista, o piloto brasileiro da Academia Shell Racing e da Academia da Ferrari teve de lidar com um pneu furado na corrida 1, que acabou por encerrar precocemente sua jornada. Na segunda prova, contudo, Gianluca conseguiu reagir e marcou mais um pódio ao completar em segundo lugar.
 
Mas Petecof se mostrou muito triste por conta da trágica morte de um colega de trabalho. Na tarde deste sábado, Anthoine Hubert sofreu um acidente no início da corrida 1 da F2 em Spa-Francorchamps e perdeu a vida de forma precoce, aos 22 anos.
 
“Estou muito triste. Perdi um colega de trabalho hoje. Não conhecia o Anthoine pessoalmente, mas você nunca espera essas coisas acontecerem com ninguém. A gente sabe que é um esporte perigoso, com seus riscos, mas nunca espera esse tipo de coisa acontecer. Estou rezando por ele e meus pensamentos estão com a família”, disse o jovem de 16 anos.
Gianluca Petecof viveu um dia "agridoce" em Ímola neste sábado (Foto: Prema Powerteam)
Na primeira corrida do dia, Petecof largou em sexto e, nas primeiras voltas, tentou lutar com Paul Aron. O brasileiro chegou a subir para quinto na freada da Tamburello, mas levou o troco em seguida. No entanto, depois de um contato com o carro do estoniano, um dos seus companheiros de equipe, Gianluca teve de abandonar ainda no começo.
 
O revés se completou com a vitória do seu grande adversário na luta pelo título, o norueguês Dennis Hauger.
 
Por si só, o resultado foi desfavorável a Gianluca porque colocou Hauger como novo líder do campeonato. Assim, o brasileiro tratou de recuperar terreno na segunda corrida do dia. Petecof largou em terceiro e, ainda no início, subiu para segundo. 
 
A colocação foi mantida pelo piloto da Prema Powerteam até a bandeirada final. A vitória ficou com o tcheco Roman Stanek, seguido por Petecof e Hauger.
 
“Aqui, na pista, foi um dia agridoce para a gente. Depois de largar em sexto na primeira prova, vinha com um bom ritmo, mas acabei sofrendo com um pneu furado depois de um contato.  Fiz uma boa corrida 2, largando de terceiro e chegando em segundo. Agora é continuar trabalhando para marcar mais pontos amanhã”, declarou o piloto da Academia Shell Racing.
 
Até aqui, a classificação do campeonato mostra Hauger com 205 pontos, enquanto Gianluca soma 187.  Paul Aron tem 112, contra 93 de Mikhael Belov.
 
A rodada quádrupla em Ímola vai ser completada neste domingo, sendo que a última prova vai ser realizada para compensar a corrida não-executada da rodada de Misano, que foi cancelada por conta de uma forte chuva. A prova 3 está marcada para 7h20, com a corrida derradeira tendo largada prevista para 12h40 (horários de Brasília). As disputas vão ser transmitidas pelo site oficial da F4 Italiana (www.f4championship.com) ao vivo.

Paddockast #31
QUEM NA F1 PASSA DE ANO?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.