Porsche

Vitor Baptista diz que etapa em Curitiba “não dava para ser melhor” e exalta vantagem como líder da Porsche Cup

Vitor Baptista não poderia pedir uma etapa melhor da Porsche Cup em Curitiba - e sabe bem disso. Após conseguir uma segunda colocação e uma vitória, o piloto exaltou o aumento da vantagem na liderança da Carrera Cup 4.0

Grande Prêmio / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Vitor Baptista saiu de Curitiba com um saldo bastante positivo para a temporada 2019 da Porsche Cup. Após a segunda etapa do calendário, o piloto alcançou bons resultados para ampliar sua vantagem na classificação da classe Carrera Cup 4.0.
 
Na rodada dupla na cidade paranaense, o piloto foi presença no pódio em ambas as disputas. Na primeira prova do sábado, terminou na segunda colocação. Na corrida 2, então, depois de largar em quinto, fez lindas ultrapassagens para subir no degrau mais alto do pódio.
 
O representante da Academia Shell Racing comemorou os resultados, é claro, e já pensa na próxima etapa do ano. “Foi boa, não dava para ser melhor. O segundo lugar na primeira corrida serviu de aprendizado para nós tentarmos uma ultrapassagem diferente e ir com mais garra para a segunda corrida”, disse ao GRANDE PRÊMIO.
Vitor Baptista (Foto: Victor Eleutério)
“Foi superlegal, a equipe trabalhou muito bem, estávamos rápidos em todos os treinos. Acabamos não encaixando a volta perfeita na classificação, mas não tirou nossa vontade de andar na frente. Deu no que deu, agora líder do campeonato com um pouco mais de vantagem então vamos para a próxima”, completou.
 
Agora, Vitor Baptista está na primeira colocação da classificação somando 78 pontos, com uma vantagem de 12 para o segundo colocado, Marçal Müller. O piloto tem a missão em 2019 de defender o título que conquistou no último ano.
 
A Porsche Cup disputa a terceira etapa da temporada nos próximos dias 31 de maio e 1º de junho. A categoria monomarca desembarca no Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu.