Após bater no Rali das Ilhas Canárias, Kubica fala em aproveitar experiência da 1ª competição oficial

Polonês estava perto de vencer a competição, mas acabou perdendo o controle de seu carro e teve que abandonar a etapa. Explicando o que houve, ele afirmou que vai pegar até a experiência negativa como aprendizado para não errar novamente em Portugal

Perto dos estágios finais do Rali das Ilhas Canárias, Robert Kubica, então líder, bateu forte perto de completar a décima especial e acabou abandonando a prova neste sábado (23). Ele explicou que o acidente foi em um trecho que tem uma curva muito rápida, e isso contribuiu para perder o controle de seu Citroën.

“Eu passei por um trecho rápido. A curva foi fácil, mas freei tarde em uma curva de terceira marcha. Quando eu freei, perdi a traseira do carro, então reduzi a pressão [no freio]. Se não tivesse feito isso, eu iria rodar. Tentei fazer a curva, mas bati. Não pude reduzir a velocidade”, contou polonês.

Kubica bateu o carro durante a disputa do Rali das Ilhas Canárias (Foto: Reprodução/Twitter)

“Infelizmente, isso não é uma desculpa. Quando estávamos em alta velocidade, estava faltando aderência na parte traseira, especialmente na descida. Mas eu deveria levar isso em conta, deveria ter freado mais cedo”, lamentou.

Mas apesar da frustração de sair da competição quando existia uma boa chance de vencer, Kubica afirmou que a experiência da primeira competição foi positiva e contou que o foco já está na disputa do Rali de Portugal, próxima etapa da competição.

“É a experiência, isso não deveria acontecer, mas acontece. Mesmo pequenos erros custam muito nos ralis. Foi um fim de semana muito bom para nós, fizemos um bom teste e estágios, até mesmo para a primeira fase. Ontem foi um dia muito positivo, com muita experiência positiva, mas hoje foi completamente oposto”, falou.

“Mas é algo que temos que levar à frente, avançar e pegar essa experiência, incluindo a negativa. Isso faz parte do rali. Amanhã vamos nos concentrar apenas em Portugal e seguir em frente”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube