Rali

Toyota admite conversas abertas por Alonso no Dakar em 2020 e promete “grande trabalho”

Glyn Hall, chefe da equipe de rali da Toyota, admitiu que abriu conversas com Fernando Alonso para que o espanhol corra representando seu time no Dakar do próximo ano. E afirmou que o plano é dar a melhor condição possível ao bicampeão mundial de F1
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Fernando Alonso (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
A imprensa espanhola noticiou na última terça-feira (8) que Fernando Alonso deseja correr o Rali Dakar em 2020 e que, para isso, já planeja participar de cinco provas neste ano como preparação.

Agora, foi a vez da Toyota, a equipe ligada ao piloto (que corre pela marca japonesa no Mundial de Endurance), confirmar que o interesse existe e que as negociações estão de fato abertas.

Segundo Glyn Hall, chefe da equipe de rali da Toyota, agora é "ver se dá certo": "De minha parte, se ele quiser vir para a Toyota, vamos fazer de tudo para que aconteça."

O comentário também veio acompanhado de uma promessa: "Vamos fazer um grande  trabalho para ele".
Fernando Alonso (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Alonso tem, até o momento, apenas cinco corridas marcada para seu futuro: além de Daytona, ainda netse mês de janeiro, tem três etapas da supertemporada do WEC e, também, as 500 Milhas de Indianápolis em seu calendário.

Para Hall, a inclusão do Dakar no futuro do espanhol seria bom para todas as partes envolvidas: "Seria fantástico para o Dakar, para a Toyota, para o esporte, para os competidores..."

"Ele curtiria o desafio. O Dakar é uma corrida terrivelmente difícil, mas também sabemos que ele foi um grande lutador na F1, e assim se encaixaria muito bem", completou.