Zanol acaba com espera e conquista título inédito das motos na edição de 2012 do Rali dos Sertões

Com uma mão na taça antes do início da última etapa do Rali dos Sertões, nesta terça-feira (28), entre Iguatu e Fortaleza, Felipe Zanol confirmou o título na edição de 2012 da mais importante prova da modalidade no Brasil. Terceiro colocado, o mineiro chega à glória em sua terceira participação nos Sertões

Etapa 10

Iguatu (CE) – Fortaleza (CE)
Deslocamento inicial: 184 km
Trecho especial: 103 km
Deslocamento final: 107 km
Total: 457 km

Este foi o primeiro título de Zanol no Sertões, em três participações (Foto: David Santos Jr./Fotoarena)

Felipe Zanol foi, enfim, consagrado campeão do Rali dos Sertões. Depois de dois vice-campeonatos consecutivos, o mineiro de Belo Horizonte chegou à 20ª edição dos Sertões como favorito para conquistar o título das motos e não desperdiçou a oportunidade. Vencedor de cinco das dez etapas, Zanol foi terceiro na décima e última etapa, disputada nesta terça-feira (28), entre as cidades cearenses de Iguatu e Fortaleza.

Em 2012, Zanol, participou pela terceira vez do Rali dos Sertões. Nas duas primeiras, acabou batido por dois competidores reconhecidos internacionalmente: o espanhol Marc Coma e o francês Cyrill Desprès, nessa ordem.

O vice-campeonato da edição de 2012 ficou com Dário Júlio Souza, que completou o rali com 25 minutos de atraso, e o terceiro colocado foi Nielsen Bueno, a 1h20min. Todos os três melhores da prova que começou em São Luís, no Maranhão, e acabou em Fortaleza pilotaram motos Honda CRF 450X.

Desde a largada, há dez dias, rivalizaram com Zanol nomes como Jean Azevedo e Dário Júlio Souza. Azevedo acabou ficando pelo caminho antes da hora, após uma queda que o levou ao abandono na etapa de sábado (25), durante a sétima etapa.

Zanol festeja título após chegar em Fortaleza como campeão do Sertões (Foto: Theo Ribeiro/Fotoarena)

Na derradeira disputa, Zanol completou os 103 km cronometrados em 1h20min36s. Ike Klaumann, o mais rápido do último dia, percorreu o mesmo trecho em 22s a menos. Na segunda posição ficou o experiente Juca Bala. Dário Júlio acabou na quarta colocação. A festa estava garantida.

Passada a longa e difícil disputa e a conquista do título, Felipe volta seus olhos para uma prova ainda mais importante: o Dakar. Confirmado pela Honda para a edição de 2013, o piloto agora se foca totalmente na prova, cuja largada acontece em 5 de janeiro, em Lima, no Peru.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube