Brasil precisa “ensinar público” para igualar paixão do argentino por corridas, opina Canapino

Agustín Canapino é piloto de sucesso na Argentina - palco de provas com arquibancadas cheias e público apaixonado. Ao correr no Brasil, ele pôde comparar os dois tipos de fãs - e vê o argentino mais fanático, mas o brasileiro com espaço para crescimento

Agustín Canapino correu a etapa de Santa Cruz do Sul da Stock Car pela Hot Car, no final de julho. E não conseguiu esconder a cara de leve decepção quando, no sábado do treino de classificação, ao ser entrevistado pelo GRANDE PRÊMIO, viu as arquibancadas vazias.

Claro, no domingo de corridas o público apareceu. Mas Canapino não pôde deixar de comparar, como alguém que esteve no Brasil anteriormente também (em 2018, disputou a Corrida do Milhão pela Cimed), a paixão dos fãs locais com os de sua Argentina.

"Na Argentina há muita paixão pelo automobilismo, e o público acompanha sempre. É muito difícil ir a uma corrida em um domingo e não estar cheio o autódromo", contou o piloto, que é atual bicampeão do Turismo Carretera argentino.

Agustín Canapino e Cacá Bueno (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Paddockast #27
Schumacher e Vettel: UNIDOS POR UM RECORDE

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apesar de ver o próprio país com público mais apaixonado, vê espaço para crescimento no Brasil, mesmo que não imediato: "Na Argentina o público tem mais paixão, mas aqui há um automobilismo impressionante, há um automobilismo de nível muito alto e profissional."

"O que é necessário é encontrar uma maneira de explicar isso ao público, que há esse nível que é top em relação ao mundo", finalizou.

Canapino foi 11° e 16° nas duas corridas em Santa Cruz do Sul. A Stock Car vai até Campo Grande, no final de semana dos dias 10 e 11 de agosto, para sua próxima etapa. O GP cobre 'in loco'.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube