Stock Car

Camilo faz volta voadora na chuva e garante pole-position da corrida 500 da Stock Car no Velopark

Thiago Camilo vai começar a temporada 2019 na frente no grid de largada da etapa do Velopark, a corrida 500 da história da Stock Car. Com ótima performance na chuva, o piloto da A.Mattheis Ipiranga volta a largar na frente, com Daniel Serra completando a primeira fila. Rubens Barrichello parte em terceiro

Grande Prêmio, do Velopark / FERNANDO SILVA, de Sumaré

É de Thiago Camilo a pole-position da corrida 500 da Stock Car. O piloto da A.Mattheis Ipiranga, que não conquistava a posição de honra desde a etapa de Londrina de 2017, voou com uma grande volta debaixo de muita chuva na tarde deste sábado (6) no Velopark, superou outros grandes nomes do grid, como Daniel Serra e Rubens Barrichello, e cravou 1min03s099. 

Bicampeão da Stock Car, Serra ficou 0s294 atrás de Camilo e vai completar a primeira fila, com Barrichello largando lado a lado do seu companheiro de equipe na Full Time, Nelsinho Piquet. Um dos destaques da sessão foi a presença de Marcos Gomes na estreia da equipe KTF Sports, em quinto lugar. Outro bom nome da tarde chuvosa em Nova Santa Rita é Gaetano di Mauro, que faz sua primeira temporada completa na Stock Car pela Shell Helix Ultra, largando em sexto.
Thiago Camilo é o primeiro pole-position do ano na Stock Car (Foto: Stock Car/Twitter)
Julio Campos, que quebrou o recorde da pista no segundo treino livre, pela manhã, vai partir em sétimo, seguido por Ricardo Zonta, Cacá Bueno e César Ramos. A sessão ficou marcada por uma forte batida sofrida por Átila Abreu durante o Q2, com o piloto sendo removido para o centro médico do autódromo com dores nas costas, porém consciente.

A largada da corrida 500 da história da Stock Car está marcada para 11h (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' a etapa de abertura da temporada 2019 com o repórter Felipe Noronha.

Saiba como foi o treino classificatório da etapa do Velopark da Stock Car

Q1: Gaetano acelera na chuva e 'elimina' Fraga na primeira classificação de 2019

A primeira sessão classificatória do ano na Stock Car começou sem novidades no regulamento, mantendo assim o formato do ano passado: Q1 dividido em dois grupos de pilotos, com oito minutos para cada um dos grupos; Q2 com os 15 mais rápidos e o Q3 com os seis postulantes à pole. A baixa no Velopark ficou por conta de Valdeno Brito, que não pôde participar da sessão por conta de danos no carro durante o segundo treino livre.

A chuva voltar a dar as caras novamente no Velopark cerca de 10 minutos antes do início da classificação. Não era uma chuva muito intensa, mas os tempos eram mais de 5s mais lentos em relação ao segundo treino. No início do Q1 para os pilotos do grupo 1, Thiago Camilo anotou 58s622 para liderar com apenas 0s003 de frente para César Ramos e meros 0s005 de vantagem para Daniel Serra.
Felipe Fraga não conseguiu encaixar uma boa volta com a pista molhada no Q1 (Foto: Bruno Terena/RF1)
Atual bicampeão e maior vencedor no Velopark, com quatro vitórias no circuito gaúcho, Serra logo passou Camilo para cravar 58s603 e subir para a ponta, 0s019 de vantagem para Camilo. Ramos foi o terceiro, seguido por Rubens Barrichello, Julio Campos, Max Wilson, Gabriel Casagrande, Átila Abreu, Nelsinho Piquet e Marcos Gomes completando a lista dos dez primeiros. Chamou a atenção a presença dos pilotos da Cimed, Cacá Bueno e Felipe Fraga, em 14º e 15º, respectivamente.

A torcida destes era por mais chuva para o grupo 2, e assim poder garantir a ida para a segunda fase da sessão.

O G2 contou com a presença de novos nomes da Stock Car, como os estreantes Marcel Coletta, o mais jovem a competir na categoria, Pedro Cardoso e Gaetano di Mauro, que vai fazer pela Shell Helix Ultra seu primeiro ano completo no grid. E foi justamente Di Mauro quem se destacou quando a chuva mais apertava e conseguiu colocar seu carro #11 entre os 15 primeiros, mais precisamente na oitava colocação.

Avançaram à segunda fase Serra, Camilo, César Ramos, Barrichello, Campos, Wilson, Casagrande, Di Mauro, Abreu, Piquet, Marcos Gomes, Ricardo Zonta, Diego Nunes, Rafael Suzuki e Cacá Bueno.

Q2: Acidente de Abreu assusta e a chuva aperta no Velopark; Barrichello brilha no molhado

A chuva apertou bastante para o Q2 no Velopark, de modo que os tempos de volta foram bem mais altos do que na primeira sessão. Barrichello, reconhecido pelo seu talento na chuva, marcou 1min01s228, seguido por Nelsinho Piquet, Gomes, Camilo e Serra, com Di Mauro na sexta colocação.

Até que Átila Abreu sofreu um forte acidente por conta de uma quebra na suspensão do seu carro #51. O piloto acabou perdendo o controle por conta da pista escorregadia e bateu com força na barreira de pneus. O sorocabano desceu do carro e, com dores, se jogou no chão. A sessão foi interrompida com bandeira vermelha, enquanto Átila foi encaminhado ao centro médico do autódromo.


Quando o treino foi retomado, a chuva era ainda mais forte, de modo que não foi possível uma nova melhora nos tempos. Assim, um grid peso-pesado avançou para o Q3, com Barrichello, Piquet, Marcos Gomes, Camilo, Daniel Serra e o jovem e talentoso Gaetano di Mauro, na sua primeira etapa como titular da Stock Car pela Shell Helix Ultra.

Q3: Camilo voa na chuva e marca pole-position para corrida 500 da Stock Car

Sexto colocado no Q2, Di Mauro foi o primeiro a encarar a pista encharcada e lutar pela pole no Velopark. O jovem paulista marcou 1min04s199 antes de dar espaço ao bicampeão Daniel Serra. Com a experiência de grande vencedor em Nova Santa Rita, o piloto da RC Eurofarma fez uma volta bem melhor ao cravar 1min03s393 para superar Gaetano por 0s806 e assumir a pole provisória.

Em seguida veio outro nome de peso, Thiago Camilo. O piloto da A.Mattheis/Ipiranga foi o terceiro a marcar tempo no Q3 e conseguiu superar Serra mesmo com a chuva forte durante sua volta. Camilo anotou 1min03s099 e foi 0s294 mais rápido que Serrinha, ficando mais perto da posição de honra no grid.

A vez na sequência foi de Marcos Gomes. Com a novata KTF Sports, o campeão de 2015 teve um bom começo de volta e, mas não foi o bastante para superar Camilo e tampouco Serra, ficando à frente de Gaetano na terceira posição provisória. Foi quando então surgiu Nelsinho Piquet para fazer sua tentativa de volta rápida. Mas o piloto #33 da Full Time também não conseguiu passar Camilo, superando apenas Gomes e Di Mauro com 1min03s818.

Foi então que Barrichello partiu para fazer sua tentativa. A pista se mostrava melhor no fim da classificação, mas não foi o bastante para levar o campeão de 2014 à pole-position. Com o tempo de 1min03s488, Rubens ficou em terceiro, atrás de Serra e Camilo, dono da posição de honra do grid da corrida 500 da Stock Car.

Stock Car 2019, Velopark, grid de largada: 

1 T CAMILO A. Mattheis   1:03.099 +0.294  
2 D SERRA RC Eurofarma   1:03.393 +0.389  
3 R BARRICHELLO Full Time   1:03.488 +0.719  
4 N PIQUET Full Time   1:03.818 +0.839  
5 M GOMES KTF   1:03.938 +1.100  
6 G DI MAURO Shell Helix Ultra   1:04.199    
7 J CAMPOS Prati Donaduzzi   1:02.302    
8 R ZONTA Shell V-Power   1:02.335    
9 C BUENO Cimed   1:02.580    
10 C RAMOS Blau   1:02.796    
11 G CASAGRANDE Crown   1:02.811    
12 M WILSON RCM   1:08.862    
13 D NUNES KTF   1:02.865    
14 A ABREU Shell V-Power   1:04.193    
15 R SUZUKI Hot Car   1:04.805    
16 F FRAGA Cimed   0:59.770    
17 R MAURÍCIO RC Eurofarma   0:59.781    
18 G OSMAN Shell Helix Ultra   0:59.816    
19 A KHODAIR Blau   0:59.915    
20 M COLETTA Crown   0:59.919    
21 P CARDOSO Hot Car   1:00.089    
22 L FORESTI Vogel   1:00.229    
23 G LIMA Vogel   1:00.401    
24 B FIGUEIREDO A. Mattheis   1:00.559    
25 B BAPTISTA RCM   1:00.643    
26 D NAVARRO Cavaleiro   1:02.314    
27 F LAPENNA Cavaleiro   1:03.077    
28 V BRITO Prati Donaduzzi