Caótica rodada dupla serve para Stock Car repensar uso do Velopark no futuro

Os inúmeros incidentes e intervenções do safety-car sobretudo na rodada dupla deste domingo chuvoso no circuito gaúcho é para se questionar a segurança do circuito para os protagonistas da categoria: os pilotos

Foi um domingo caótico, no melhor estilo Ney Franco, técnico de futebol, tocando “Na Beira do Caos”, o que se viu na rodada dupla da Stock Car disputada no Velopark. Se na quinta etapa do sábado (2), as corridas passaram de forma ilesa, sem muitos acidentes, não se pode dizer o mesmo das provas vencidas por Gaetano Di Mauro e Bruno Baptista, respectivamente.

O dia já começou prometendo fortes emoções, com a chuva forte que desabou em Nova Santa Rita, local onde fica o circuito. A falta de visibilidade era notória durante a classificação e a direção de prova atuou para que os pilotos fossem à pista com pneus apropriados para o temporal. Até Cacá Bueno foi um fator, pedindo à mesma que intervisse e segurasse a entrada dos pilotos no Velopark para que todos pudessem ter condições mínimas de fazer voltas rápidas.

LEIA MAIS:
+ Serra assume ponta da Stock Car em domingo sem pontos de Casagrande
+ Bruno Baptista resiste em final caótico e leva corrida da Stock Car no Velopark
+ Di Mauro aproveita estratégia e garante primeira vitória pela Stock Car no Velopark
+ Gomes voa na chuva, bate Felipe Baptista e conquista pole no Velopark
+ Piquet bate Rossi no fim e fatura corrida 2 da Stock Car no Velopark
+ Casagrande leva a melhor em duelo com Zonta e vence corrida 1 da Stock Car no Velopark

A chuva deu uma trégua para as duas corridas disputadas à tarde, mas aí, deu-se a melodia: molhado, o travado circuito do Velopark causou muitos acidentes. Allam Khodair, por exemplo, perdeu o controle do durante a volta lenta em safety-car e estragou feio o carro. Diego Nunes escorregou na saída do pit-lane e foi parar no alambrado, literalmente. E o que dizer da batida impressionante de Lucas Foresti ao tremular a bandeira quadriculada na corrida 1?

A impressionante batida de Lucas Foresti durante a corrida 1 no Velopark (Foto: Reprodução/Stock Car)

Não foram poucas as vezes em que se via durante as provas os pilotos se espremendo sobretudo na reta dos boxes, ou passando reto na curva 1 e, praticamente, atravessando o circuito. Foram diversas intervenções do safety-car durante esta rodada. O sabão que se tornou Velopark proporcionou cenas como a discussão entre Tony Kanaan e Vitor Baptista por conta de um incidente entre ambos na metade da corrida 2.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

O fato é que, por mais tradicional que a pista seja, não está de acordo com o tamanho dos carros que integram a categoria na temporada. Dificilmente cabem dois carros lado a lado no circuito. E é nesse cenário que a Stock precisa repensar se o uso do Velopark para o futuro é, de fato, resguardado para seus pilotos, devido aos inúmeros incidentes vistos. A não ser que seja possível alargar a pista, caso contrário, a segurança dos pilotos precisa vir em primeiro lugar e não foram poucas as reclamações daqueles que foram prejudicados pelas confusões.

A categoria volta no próximo dia 31 de julho para a rodada dupla em Interlagos, sétima etapa da temporada.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar