Carro traseiro e barulho mais fino: Zonta e Baptista passam impressões após teste de novo Stock Car

Esta terça-feira (16) foi de testes de pré-temporada da Stock Car para a RCM em Curitiba. E a dupla Ricardo Zonta e Bruno Baptista passou ao GRANDE PRÊMIO o que sentiu do Corolla

A Stock Car realiza nesta semana testes de pré-temporada em Curitiba, e nesta terça-feira (16) os carros da RCM estiveram na pista com Ricardo Zonta e Bruno Baptista, a dupla titular da equipe para 2020.

Mais do que computar tempos, ambos tiveram a chance de passar para a equipe as sensações e impressões sobre o novo Corolla da Toyota, que estreia na Stock Car em 2020.

Bruno Baptista e seu caro para 2020 (Foto: RCM)
Paddockast #65 | As ideias esdrúxulas de retorno/As boas ideias de Lewis Hamilton
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

Ao GRANDE PRÊMIO, Baptista descreveu um “carro bem traseiro e mais difícil de guiar” que o anterior: “É um carro mais difícil nos pontos de frenada. Acho que, por isso, teremos mais ultrapassagens neste ano, porque a gente está precisando frear um pouco antes, então talvez isso ajude. Teremos alguns dias de treino com outras equipes, então ao final dá para ter noção de qual carro é mais lento de reta, qual mais lento de curva, é um feedback que a equipes vão passar para a organização.”

“Você olhando para o carro dá para notar uma diferença legal. O motor tem um barulho diferente, então acho que o público que for ao autódromo vai gostar mais desse barulho, que é mais fino. Todo mundo aqui no teste gostou bastante do barulho. O layout, as carenagens em si, é muito parecido com os carros de rua, acho que vai ter uma aproximação maior com o pessoal que tem o carro, que tem o Corolla, que tem o Cruze, acho isso totalmente positivo para a categoria”, continuou o piloto.

Zonta também percebeu algumas mudanças em relação ao carro que conduzia até 2019: “É um carro totalmente diferente, menos aerodinâmico que o anterior. Então tem muita coisa para mexer em termos de balanço do carro.”

Ricardo Zonta testa o Corolla da RCM em Curitiba (Foto: Ferrari Promo)

“A maior deficiência é na parte traseira, agora com uma asa menor e sem o ‘spliter’ traseiro. Então são acertos que temos que trabalhar no carro para a evolução. Fico muito contente em voltar a correr, ainda mais aqui em Curitiba, uma pista que eu gosto bastante. Foram seis meses sem andar com um carro de corrida, então estou muito contente com o dia de hoje, meu primeiro na pista com a equipe nova. É uma volta muito boa”, completou o paranaense.

Sobre o retorno à pista, Baptista foi quem teve a volta mais especial: ele ficou internado em semi-UTI em São Paulo após ser diagnosticado com o coronavírus.

“Eu, particularmente, estou muito feliz em voltar, ainda mais depois de tudo pelo que passei esse ano. Me senti um pouco estranho, até fisicamente, mas com certeza na primeira corrida estarei 100% fisicamente, em tudo, para dar meu máximo”, finalizou o piloto de 22 anos.

A Stock Car ainda não oficializou data, mas busca voltar no dia 5 de julho, no Velo Città.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube