Stock Car

Gomes revela que ficou “muito próximo” de deixar Stock Car antes de acerto com KTF: “Negociando desde 2018”

Uma das surpresas da semana prévia à abertura da temporada 2019 da Stock Car foi o anúncio de que Marcos Gomes, campeão de 2015 da categoria, correrá pela KTF, novata no grid. E o piloto explicou como a negociação, que se iniciou ainda em 2018, foi concretizada

Grande Prêmio, do Velopark / FELIPE NORONHA, de Nova Santa Rita
Faltando apenas quatro dias para a abertura da nova temporada da Stock Car, Marcos Gomes foi anunciado pela novata KTF, se tornando o último piloto confirmado para 2019, que celebra os 40 anos do campeonato.

Nesta sexta-feira (5), Gomes levou o carro de sua nova equipe pela primeira para a pista, no Velopark, palco do começo do campeonato neste final de semana. E o GRANDE PRÊMIO questionou o piloto sobre o anúncio tardio de sua mudança de equipe.

"A conversa começou no final do ano passado", contou Gomes. "A gente vinha conversando, se encontrando algumas vezes, desde o final do ano passado. Mas faltava ainda uma parte do orçamento para fechar o acordo, e por isso que demorou tanto tempo."

"A gente conseguiu o patrocínio da Cifarma até um pouco antes da confirmação, mas faltava uma reunião entre todo mundo, o começo de ano complica, o patrocinador não pôde dar o ok antes, e acabou dando uma semana antes de começar a temporada. Por isso demorou tanto tempo, mas, independentemente de tudo, o importante é que deu certo", explicou.

A KTF, aliás, negociou com Sergio Jimenez antes de anunciar Gomes. Além dele, Diego Nunes foi alvo do novo time - e fechou contrato, sendo companheiro do ex-Cimed em 2019.
Marcos Gomes pilota o #80 da KTF no Velopark (Foto: KTF)
O #80 afirmou que correu "risco grande" de não conseguir disputar a Stock Car em 2019: "O aviso da Cimed (da saída) foi muito em cima da hora ano passado, em reduzir a equipe pela metade."

"Praticamente não tinha vaga boa nenhuma (no grid para este ano). A única boa que tinha e que me animou foi a da KTF. Demorou, mas o importante é que deu certo. Mas se não corresse eu ia tentar fazer o máximo de corridas para fora para me manter preparado e ano que vem voltar, mas graças a deus deu certo", concluiu.

O primeiro teste de Gomes e da KTF tem início às 13h30 do próximo sábado (6), com o treino de classificação para a etapa do Velopark. Às 11h de domingo acontece a corrida. O GRANDE PRÊMIO cobre com o repórter Felipe Noronha in loco.