Sem equipe para 2020, Campos traça único plano: poder brigar pelo título

Júlio Campos é um dos dois pilotos que brigaram pelo título até a última etapa da Stock Car que não tem contrato para 2020. Assim, ele conta ao GP o único critério que deseja para assina um acordo: poder continuar na disputa da taça

Dos seis pilotos que chegaram com chances de título para a decisão da Stock Car, realizada no último domingo (15) – e que consagrou o tricampeonato de Daniel Serra -, apenas dois não têm contrato garantido na categoria para 2020: Felipe Fraga e Júlio Campos.

Se Fraga declarou que pode até sair da categoria e se focar na carreira internacional, Campos segue buscando uma vaga, já que a R. Mattheis, pela qual correu neste ano, chegou a anunciar a dupla Gabriel Casagrande e Galid Osman, até ver o contrato do segundo cancelado por divergências entre Ipiranga e Shell.

Assim, o sexto colocado da temporada e terceiro de 2018 impõe apenas uma condição para o próximo ano: estar em um time que lhe permita continuar brigando pela taça.

Júlio Campos (Foto: Cauê Moalli/Grande Prêmio)
Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

"Muitas conversas. Realmente não temos nada assinado para o ano que vem. Muita gente falando, muita conversa boa", comentou ao GRANDE PRÊMIO.

"Espero que a gente venha a fechar com uma equipe grande para o ano que vem de novo, e a gente vem para o título, com certeza. Para onde a gente for, a gente vai para brigar pelo título", completou.

Campos tem 37 anos e, em 2019, anotou uma pole e uma vitória, ambas em Santa Cruz do Sul.

Carregando…

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar