Stock Car reitera tentativa de retorno em 5 de julho, mas já cogita substituir Velo Città

A volta da Stock Car em 2020 ainda não tem confirmação de data. Porém, com a busca pelo início em 5 de julho, também se corre atrás e um palco

A Stock Car, que está no final de suas duas semanas de testes em Curitiba e no Velo Città, planeja o retorno à competição já na próxima semana. Mas ainda não é possível confirmar nem data, nem local.

O GRANDE PRÊMIO apurou que o dia 5 de julho ainda é o foco da organização da categoria, mas que o Velo Città, palco programado para o início do campeonato, pode não mais receber a primeira corrida de 2020.

O Velo Città pode perder a etapa de abertura da Stock Car (Foto: Stock Car)

A informação foi confirmada por Carlos Col, chefe da Vicar, organizadora da Stock Car: “Está em risco. Ainda estamos aguardando a possibilidade de alvará”, explicou o dirigente.

“Estou trabalhando com outras possibilidades para o dia 5. Não posso afirmar que vou obter em algum lugar a autorização, mas estou trabalhando neste sentido”, continuou Col.

Durante a entrevista, Col reiterou também o que já havia falado ao GP sobre os protocolos de seguranças que serão adotados: “O importante é que não levaremos às cidades para as quais a gente for riscos, pois só viaja quem apresentar o teste negativo para Covid.”

Carlos Col é o chefe da Stock Car (Foto: Cauê Moalli/Grande Prêmio)

Há um calendário pensado para a temporada, por mais que não esteja oficializado. Com oito datas, o plano é realizar 12 provas dentro destas, o que inclui corridas de sábado.

Confira abaixo o possível calendário:

5 de julho – Velo Città
19 de julho – Santa Cruz do Sul
23 de agosto – Corrida do Milhão – Interlagos
13 de setembro – Londrina
18 de outubro – Cascavel
8 de novembro – a definir
22 de novembro – Goiânia
13 de dezembro – Interlagos

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube