Mundial de Superbike divulga calendário de 13 etapas para temporada 2022

Com o retorno de Phillip Island e uma etapa ainda pendente, a série das motos de produção divulgou uma programação que começa em 10 de abril de 2022 no MotorLand de Aragão

O QUE ESPERAR DE PETRUCCI NA NOVA AVENTURA NO DAKAR | GP às 10

O Mundial de Superbike terá 13 etapas na temporada 2022. Nesta quinta-feira (25), a FIM (Federação Internacional de Motociclismo) divulgou o calendário provisório do próximo, com as principais novidades sendo a volta de Phillip Island e uma etapa ainda pendente.

Pela programação, a temporada de defesa do título de Toprak Razgatlioglu começa no fim de semana de 10 de abril, no MotorLand de Aragão. Na sequência, no dia 24 do mesmo mês, o campeonato viaja à Holanda para correr em Assen. Em 22 de maio, o Circuito do Estoril recebe a terceira etapa.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Toprak Razgatlioglu vai defender o título em 2022 (Foto: Divulgação/WSBK)

Depois, o campeonato vai a Misano, Donington Park e Most, na República Tcheca antes de uma pausa para as férias. A segunda metade do campeonato começa em 11 de setembro, em Magny-Cours, seguido por Catalunha, Algarve e San Juan Villicum. Após a etapa da Argentina, o Mundial de Superbike vai para o outro lado do planeta para correr em Mandalika em 13 de novembro.

Phillip Island vai receber a etapa da Austrália em data ainda a ser confirmada. O Mundial tem mais uma parada, mas ainda com data e local indefinidos.

Desta vez, os testes de pré-temporada serão realizados entre 4 e 5 de abril, em Aragão, não só para a classe principal, mas também para os mundiais de Supersport e Supersport 300.

Diretor-executivo do Mundial de Superbike, Gregorio Lavilla se mostrou animado por uma temporada menos desafiadora no quesito pandemia, muito embora o contágio esteja em alta na Europa.

“Primeiro, é ótimo revelar o calendário de 2022 do Mundial de Superbike logo depois do encerramento de uma empolgante temporada 2021”, disse Lavilla. “O Mundial de Superbike vai trazer uma nova identidade para 2022 e estamos ansiosos pela temporada depois de duas desafiadoras temporadas por causa da pandemia de Covid-19”, seguiu.

O dirigente explicou que a pendência em relação a data da etapa australiana é resultado de questões logísticas e celebrou a permanência de Mandalika e Most na programação.

“Teremos uma 13ª etapa e temos algumas opções de onde realizar o evento, enquanto será ótimo receber a Austrália e o circuito de Phillip Island de volta ao calendário, desta vez fechando a temporada”, comentou. “A data precisa ser confirmada por conta de desafios logísticos que exigem mais análise”, explicou.

“Estou feliz em receber de novo dois dos novos circuitos de 2021: o Autódromo de Most e o Circuito Urbano de Mandalika. Estamos ansiosos para outra temporada fantástica”, concluiu.

LEIA TAMBÉM
Ducati segue no jejum, mas mostra força inédita na MotoGP e já assusta para 2022
Yamaha vence com Quartararo, mas precisa ficar alerta com deficiências para 2022
Suzuki estaciona sem comando de Brivio e faz temporada apagada na MotoGP 2021

GRANDE PRÊMIO lança especial que celebra carreira de Valentino Rossi. ACESSE

Mundial de Superbike 2022, Calendário provisório:

MotoGP 2022, Calendário provisório:

DATAETAPALOCAL
9 e 10/04GP da EspanhaAragão
23 e 24/04GP da HolandaAssen
21 e 22/05GP de PortugalEstoril
11 e 12/06GP da ItáliaMisano
16 e 17/07GP da Grã-BretanhaDonington Park
30 e 31/07GP da República TechaMost
10 e 11/09GP da FrançaMagny-Cours
24 e 25/09GP da CatalunhaBarcelona
8 e 9/10GP do AlgarvePortimão
22 e 23/10GP da ArgentinaSan Juan
12 e 13/11GP da IndonésiaMandalika
A definirGP da AustráliaPhillip Island
A definirA definirA definir
PARCEIROS E RIVAIS: COMO GARDNER E RAÚL FERNÁNDEZ ENTRAM NA MOTOGP | GP às 10

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar