Truck

Soberano em Buenos Aires, Giaffone credita vitória dupla à “raça e um pouco de sorte”

Felipe Giaffone saiu vitorioso nas duas provas deste domingo (16) em Buenos Aires, na Argentina. Na primeira corrida, falou que o triunfo veio na raça. Já na segunda prova do dia, disse ter contado com um pouco de sorte

Warm Up / VINÍCIUS PIVA, de São Paulo
Felipe Giaffone sobrou em Buenos Aires, na primeira experiência internacional da Copa Truck neste domingo (16). Mas, as duas vitórias do experiente piloto no dia vieram após circunstâncias adversas.  
 
Na primeira corrida, falou em vitória na raça. Com a pista bastante úmida, Giaffone, segundo no grid, tentou a ultrapassagem por fora sobre o pole Wellington Cirino no final da reta. Contudo, o #4 acabou escorregando, saiu do traçado e caiu para quinto ainda no começo da disputa. Assim, precisou ultrapassar um a um até assumir a liderança e receber a bandeira quadriculada.
Felipe Giaffone recebe a quadriculada na primeira corrida do dia (Foto: Duda Bairros)
Com o grid invertido para a segunda corrida, Giaffone largou em oitavo e, de novo, foi ganhando terreno. Não demorou a chegar ao segundo lugar, só atrás de Beto Monteiro, que vinha seguro na primeira posição até perder um pouco de rendimento na fase final da prova. Giaffone aproveitou a oportunidade e conseguiu a ultrapassagem para vencer pela segunda vez no dia. Aqui, o piloto do #4 admitiu que contou com a sorte.
 
"A primeira corrida eu ganhei na pista, na raça. Na largada eu passei um pouco da conta e fui para a grama, mas o caminhão tracionava bem e era muito bom nessas condições. Já na segunda eu tive sorte, pois todo mundo estava muito competitivo. Não estava dando conta do Beto, mas ele teve problema e eu tive um pouco de sorte. Foi muito melhor que eu imaginava", destaca Giaffone.
 
A dupla vitória colocou Felipe Giaffone na liderança da Copa Mercosul, com 40 pontos, nove a mais do que Wellington Cirino, o segundo melhor classificado.