“Decisão estratégica” leva Banco do Brasil a retirar patrocínio do BMW Team Brasil nas corridas de GT

Sem a renovação do patrocínio com o Banco do Brasil, a equipe brasileira do Mundial de GT corre com base em um "esforço próprio", declarou Antonio Hermann. O dirigente disse que espera ter o reconhecimento merecido pelo trabalho

A marca do Banco do Brasil deixou de ser estampada nas BMW Z4 GT3 da equipe brasileira que disputa o Mundial de GT. Sob o comando de Antonio Hermann e Washington Bezerra, o time é sediado em Portugal, mas tem todos os pilotos e mecânicos brasileiros e compete as duas séries promovidas pelo SRO Motorsports Group.
 
Por intermédio da Assessoria de Imprensa do Banco do Brasil, os responsáveis pela Diretoria de Marketing e Comunicação informaram que “o BB não renovou o patrocínio à BMW Team Brasil para 2015 e não há negociação em curso para tal”.
BMW Team Brasil não carrega mais a marca do Banco do Brasil (Foto: Olivier Beroud/Vision Sports Agency)

O valor patrocínio em 2014 foi de R$ 3.300.000,00, de acordo com o Diário Oficial da União de 10 de abril de 2014. “Trata-se apenas de uma decisão estratégica”, justificaram, em resposta à questão formulada pelo 'Diário Motorsport', parceiro do GRANDE PRÊMIO,  no sentido de saber se era em razão de a verba estar concentrada na Fórmula 1.

 
“Esforço próprio”
 
Apesar da posição manifestada pelo Banco do Brasil, o team owner Antonio Hermann mantém as ações no sentido de reverter essa situação. “Com a ‘dança das cadeiras’ no BB, nossa renovação ficou prejudicada, mas ainda estamos tentando”, disse Hermann, que descarta a possibilidade de interromper o projeto. “No momento, estamos tocando o projeto com um super esforço próprio”, revelou.

Leia a reportagem completa no DIÁRIO MOTORSPORT

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube