Turismo
07/06/2015 14:43

Monteiro aproveita grid invertido, controla segunda corrida do WTCC em Moscou e vence primeira da Honda em 2015

Tiago Monteiro foi pole-position graças ao grid invertido e não deu muitas chances a quem vinha de trás. E verdade seja dita, atrás dele a corrida foi movimentada. Rob Huff, por exemplo, largou em sétimo e terminou em segundo. Gabriele Tarquini largou em oitavo, vinha junto de Huff nas ultrapassagens até bater quando tentava ir ao P4. O líder do campeonato, José María López, foi apenas 12º
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Tiago Monteiro vence primeira da temporada em Moscou (Foto: WTCC)
Oitavo na primeira prova em Moscou, Tiago Monteiro se aproveitou a pole-position em grid reverso e ficou com a vitória na segunda corrida do final de semana do WTCC. É a primeira vitória do português e da Honda na temporada 2015, e o impulsiona para o quarto lugar do campeonato.
 
Se na corrida inicial do dia a Lada passou bem perto de chegar ao pódio, dessa vez Rob Huff consolidou o espaço e ficou com a segunda posição, fazendo a festa da montadora russa em terras moscovitas.
 
E o trabalho de Huff foi complicado. Ele precisou primeiro de ultrapassagens em Ma Qin Hua e Hugo Valente para chegar na quarta colocação e se aproximar de Nicky Catsburg. Foi apenas no final da prova que Huff deixou o companheiro de Lada para trás, ainda conseguindo passar Norbert Michelisz.
 
Líder entre os pilotos que guiam por equipes privadas, Michelisz foi terceiro, seguido por Castburg e Ma, que terminou por ser o melhor dos pilotos da líder Citroën.
Tiago Monteiro cruza a bandeirada para vencer em Moscou (Foto: Honda)
Outros dois carros da montadora francesa seguiram, com Yvan Muller e Sébastien Loeb passando pelo oitavo Hugo Valente já no fim da prova. Tom Chilton e Tom Coronel encerraram o top-10. 
 
O atual campeão e ponteiro do campeonato, José María 'Pechito' López conseguiu apenas a 12ª colocação e sai sem vitórias pela primeira vez no ano. 
 
Mais um fato curioso da prova foi Gabriele Tarquini, que largou uma posição atrás de Huff e vinha escalando o pelotão junto do piloto da Lada. Até que tentou passar por Castburg, não conseguiu e o toque entre os dois mandou o italiano para a barreira de pneus e o abandono.
 
Após cinco das doze etapas da temporada do WTCC, Pechito lidera o campeonato com 199 pontos. Muller e Loeb colocam a Citroën também em segundo e terceiro lugar, respectivamente, com 164 e 135 pontos. Monteiro tem 102 e é o último a já ter cruzado a barreira dos 100 pontos. Entre os pilotos de equipes privadas, Michelisz tem 82 e Tom Chilton é o segundo, com 55.
 
A próxima etapa da temporada acontece em 21 de junho, em Bratislava, na Eslováquia.