Tarquini lidera dobradinha da Lada e vence primeira corrida do WTCC no circuito de Moscou. López fica só em quinto

Debaixo de chuva, Gabriele Tarquini abriu da melhor forma a rodada dupla da etapa de Moscou do WTCC. O veterano piloto italiano largou apenas em nono lugar, mas teve uma recuperação incrível para vencer na casa da Lada. A dobradinha foi completada por Nicky Catsburg, enquanto Yvan Muller, da Citroën, completou o pódio

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A sexta etapa da temporada 2016 do Mundial de Carros de Turismo, o WTCC, começou com o domínio surpreendente da Lada. Em casa, na Rússia, a marca abriu o domingo (12) com vitória do veterano italiano Gabriele Tarquini. O piloto largou de nono lugar, mas foi soberbo nas condições úmidas do circuito de Moscou para completar as 15 voltas da corrida 1 e vencer com autoridade.

 
A dobradinha da Lada foi completada por Nicky Catsburg, que terminou 4s782 atrás de Tarquini. Yvan Muller foi o melhor piloto da Citroën na corrida 1 em Moscou e cruzou a linha de chegada em terceiro. A Lada emplacou mais um carro no top-5 e posicionou Hugo Valente em quarto colocado. Já o líder do campeonato, o argentino José María López, fechou a disputa em quinto lugar.
Aos 54 anos, Tarquini brilhou na corrida 1 do WTCC em Moscou (Foto: Lada/Facebook)
Nesta primeira corrida do fim de semana, a Citroën não esteve à altura da Lada, sobretudo por conta do lastro de 80 kg nos C-Elyseé de López e Muller. Ainda assim, nem mesmo o quinto lugar de ‘Pechito’ foi suficiente para abalar a liderança do argentino, que, após a corrida, ficou com 219 pontos, contra 117 do segundo colocado, o marroquino Mehdi Bennani, com 117.
 
A chuva deu as caras em Moscou logo na volta de apresentação. Aí, a direção de prova autorizou o adiamento da largada para que os pilotos pudessem colocar pneus de chuva.
 
Tiago Monteiro largou na pole por ter se classificado em décimo na sessão de sábado. Por sua vez, Tarquini partiu em nono, na inversão do grid invertido em relação ao treino classificatório. E o italiano brilhou, escalando o pelotão desde o início. Na quinta volta, Tarquini fez a ultrapassagem que lhe valeu a liderança e, mais tarde, a vitória em Moscou, ao superar a Citroën de Muller. Em seguida, Catsburg também fez a ultrapassagem sobre o francês.
 
No fim, Catsburg tentou pressionar o italiano, mas Tarquini controlou sua vantagem para cruzar na frente em Moscou, 4s782 à frente do seu companheiro de equipe. Muller resistiu aos ataques de Valente ao longo da corrida e colocou a Citroën no pódio. Tiago Monteiro acabou em sexto, à frente de Rob Huff, enquanto James Thompson foi o oitavo. Mehdi Bennani passou em nono, enquanto Norbert Michelisz completou o top-10.
PADDOCK GP #32 DEBATE MotoGP, F1, INDY E STOCK CAR

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube