V8 Supercars: Estratégia arriscada da Ford garante vitória de Salo e Davison na corrida 2 em Surfers Paradise

Mika Salo conquistou a vitória na segunda corrida da V8 Supercars depois que a Ford optou por antecipar a parada nos boxes. Com isso, o finlandês teve pista limpa para acelerar mesmo contra os adversários experientes da categoria

Will Davison e Mika Salo precisaram apostar em uma estratégia diferenciada na segunda corrida da etapa de Surfers Paradise da V8 Supercars, o principal campeonato australiano de turismo. A tática deu certo, e a dupla da Ford conquistou a vitória na disputa deste domingo (21), depois que o australiano conseguiu ultrapassar o então líder Tim Slade, quando faltavam 22 voltas para o final.

A vitória, aliás, serviu como um renascimento para Davison. O veterano da V8, que não vencia desde a etapa de Phillip Island, disputada no mês de maio, poderia ter encerrado o jejum já neste sábado. No entanto, depois de receber o carro do companheiro finlandês na liderança da prova, Will bateu na volta seguinte, dando adeus às pretensões de vitória.

Mika Salo e Will Davison celebraram a vitória em Gold Coast (Foto: V8 Supercars)

Assim, na segunda corrida, o duo precisou trabalhar para ficar com a sonhada vitória. Logo na largada, Salo pulou para a quarta colocação, mas não conseguia se aproximar do então líder, Sébastien Bourdais, devido a um problema de dirigibilidade no Ford. Sabendo disso, a equipe antecipou a parada do finlandês, significando que ele precisaria continuar no carro, ao invés de entregá-lo ao parceiro logo no começo.

No entanto, por ter voltado com pneus novos e pista limpa à frente, Salo pulou para a liderança da prova quando todos os adversários fizeram a troca de pneus e piloto e reabastecimento. O finlandês também conseguiu manter o ritmo dos demais adversários e não prejudicou a estratégia da equipe.

Quando foi a vez de Davison assumir o carro, o piloto não cometeu nenhum erro e voltou à prova na segunda colocação. A liderança era de Tim Slade (parceiro de David Brabham), que também havia arriscado uma estratégia diferente depois do terceiro safety-car. Faltando 22 voltas para o final, Will ultrapassou o compatriota e seguiu rumo à bandeira quadriculada.

Líder do campeonato, Jamie Whincup(/Bourdais) também ganhou posições no fim para terminar em segundo, com Mark Winterbottom(/Will Power) encerrando em terceiro. Slade precisou se contentar com o quarto posto, enquanto Garth Tander (/Ryan Briscoe) completou o grupo dos cinco primeiros.

Único brasileiro na competição, Lucas Di Grassi abandonou ainda na primeira volta.

V8 Supercars, Gold Coast, corrida 2:

 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube