WTCC: chefe da Honda afirma que objetivo é vencer pela primeira vez já em 2013

O chefe de equipe da Honda, Alessandro Mariani, afirmou que o objetivo da empresa é conquistar a primeira vitória no WTCC já em 2013, quando estreia de forma oficial no campeonato

A Honda entra na temporada 2013 do WTCC com um só pensamento: vencer. É isso que afirmou o chefe de equipe da montadora japonesa, Alessandro Mariani. Apenas uma semana após o ‘shakedown’ do novo Civic WTCC, o dirigente revelou que o objetivo da montadora é conquistar a primeira vitória na categoria já no próximo ano.

“Embora a Honda não esteja colocando pressão, nós gostaríamos de alcançar alguns bons resultados e nosso objetivo real é vencer pela primeira vez em 2013. Todos nós queremos lutar pela vitória! Qualquer coisa pode acontecer, mas esse é a mentalidade correta quando se participa de uma competição”, declarou.

Gabriele Tarquini foi o responsável por levar o novo carro da Honda à pista (Foto: WTCC/Facebook)

A Honda tem boas chances de alcançar o objetivo, já que a Chevrolet – dominante nas últimas temporadas – anunciou que deixa a categoria no final de 2012. Apesar disso, Mariani reconheceu que será difícil andar na frente por se tratar ainda do primeiro ano da fabricante no certame.

“Entretanto, nós precisamos levar em conta que temos um carro completamente novo, que vai começar a correr após quatro sessões de treinos apenas, e esse campeonato é bastante competitivo”, disse.

Só que mesmo com todas as dificuldades, o dirigente afirmou que a equipe conta com todos os componentes necessários para chegar à vitória. “Nós temos dois bons pilotos, sei que construímos um carro moderno e a Honda é conhecida pela sua expertise em motores. Nós temos todos os ingredientes corretos, apenas precisamos ser pacientes e misturá-los da melhor forma”, completou.

Gabriele Tarquini, por sua vez, concordou com o chefe da equipe e afirmou que a falta de experiência do time deve pesar. “Esse é o primeiro objetivo. É a parte mais importante e também a mais difícil de alcançar. Nós ainda não temos muita quilometragem, mas eu estou confiante de que chegaremos lá”, avaliou.

O piloto italiano segue participando dos treinos com os carros nipônicos, mas só poderá competir pela nova montadora em 2013, já que ainda tem contrato com a Seat. Apesar disso, ansioso com a nova oportunidade, Tarquini afirmou que precisa conquistar bons resultados, pois essa é a primeira participação oficial da Honda no automobilismo desde a F1.

“Esse é o primeiro programa da Honda desde que deixou a F1, então há muita pressão, mas é possível ver o quanto de recursos de engenharia eles estão colocando. Com certeza, é difícil estar no WTCC e já andar na frente, mas quando eu vejo a dedicação de todos nesse projeto, tenho certeza que vamos evoluir rapidamente”, encerrou.

A Honda tem uma vitória no WTCC, conquistada por James Thompson em 2008, mas o britânico não tinha apoio da fábrica.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube