Piria relata ano de altos e baixos em estreia na W Series: “Difícil de lidar mentalmente”

A italiana relembrou como foi sua estreia na categoria feminina. Até se adaptar novamente o mundo do automobilismo, reconheceu que sofreu para reencontrar seu ritmo

Vicky Piria relembrou sua estreia na W Series e os sentimentos que viveu. Marcando seu retorno ao automobilismo, destacou os altos e baixos que passou até retomar o ritmo para conseguir ser competitiva novamente.
 
A italiana ingressou na categoria feminina no grid de 2019. Nas seis corridas disputadas, conseguiu quatro top-10, com uma quinta colocação em Misano como melhor resultado. No fim do campeonato, ficou em nona na classificação.
 
“Definitivamente houve altos e baixos. Desde o início da pré-temporada, comecei muito bem e estava me sentindo pronta. Mas então, precisei encarar o fato de que não corria fazia tempo e precisava me permitir reconquistar o que perdi e voltar ao ritmo”, disse ao site da W Series.

Vicky Piria (Foto: Reprodução)
“As duas primeiras corridas foram meu ponto baixo, mas então comecei a melhorar. Foi difícil de lidar mentalmente, mas o que realmente me ajudou após a primeira corrida foi que percebi que estava pensando muito sobre os detalhes e me focando muito em pequenas coisas”, continuou.
 
“Após isso, meu mantra foi de tentar manter tudo simples – a pilotagem, a maneira com que falo com os engenheiros, o treino, tudo – pois percebi que estava me focando muito, como disse. Misano, a terceira corrida, onde terminei em quinta, e Brands Hatch, a sexta, quando terminei em sexta, foram meus pontos altos”, apontou.
 
“Brands Hatch foi a última corrida da temporada e, para mim, é muito importante terminar as coisas bem, pois as pessoas lembram da última corrida”, concluiu.
 
Piria também chegou a dizer como a W Series lhe deu uma segunda chance no automobilismo. Após ter deixado a Pro Mazda em 2014, voltou para as pistas ao fazer parte do grid da categoria feminina em 2019.
 

 

Paddockast #55
Um bate-papo com… RUBENS BARRICHELLO

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube