F-E
12/01/2018 13:48

FE volta atrás, mantém tempo mínimo para troca de carro em Marrakech e adia mudança para eP de Santiago

FE e FIA cederam à pressão feita por pilotos e equipes, que não aprovaram a decisão de última hora de acabar com o tempo mínimo para troca de carros, manobra vista como danosa à segurança. Assim, a mudança entra em vigor apenas no eP de Santiago
Warm Up
Redação GP, de Porto Alegre

Fórmula E e FIA optaram por rever a decisão de acabar com o tempo mínimo para troca de carro durante pit-stops. Depois de anunciar de última hora que a mudança valeria já para o eP de Marrakech deste fim de semana, a categoria disse nesta sexta-feira (12) que a mudança vai valer somente a partir do eP de Santiago, o próximo da temporada 2017/18.
 
A decisão de adiar a mudança vem após uma reação negativa por parte de equipes e pilotos. Por conta do curto espaço de tempo entre o anúncio e o eP de Marrakech, as escuderias não tiveram tempo hábil para desenvolver procedimentos que garantam a segurança de pilotos e mecânicos. O tempo mínimo para troca de carro impede, por exemplo, que alguém deixe os boxes sem o cinto de segurança afivelado. Na etapa marroquina, o tempo estabelecido foi de 45s.
A mudança de última hora da FE foi revertida (Foto: FIA)

Com o eP de Santiago marcado para 3 de fevereiro, as equipes ganhavam valiosas semanas para desenvolver métodos de pits velozes, mas seguros.
 
A decisão de forçar o fim do tempo mínimo partiu da FIA. A federação entende que equipes já são capazes de fazer pits velozes sem arriscar os pilotos. Além disso, existe o interesse em tornar as variáveis do tempo gasto nas trocas de carros em um elemento extra nas corridas do certame elétrico.
 
A temporada da FE começou em dezembro de 2017, com a rodada dupla em Hong Kong. Os resultados das provas colocaram Sam Bird na liderança do campeonato.

Últimas Notícias
sexta-feira, 12 de janeiro de 2018
F-E
F1
MotoGP
MotoGP
F1
F-E
F1
MotoGP
F1
quinta-feira, 11 de janeiro de 2018
Rali
Rali
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook