FE
15/12/2015 11:04

Problemas técnicos e financeiros forçam saída da equipe Trulli da temporada 2015/2016 da F-E

Depois de semanas de incertezas, a equipe Trulli finalmente decidiu deixar o campeonato da F-E. O time do ex-piloto da F1, Jarno Trulli, enfrentou problemas técnicos e financeiros neste início de temporada e chegou a perder as duas primeiras etapas
Warm Up / Redação GP, de Curitiba
 Jarno Trulli não teve grande performance (Foto: AP)
A equipe Trulli foi oficialmente retirada do campeonato da F-E, com efeito imediato, informou agora pela manhã a categoria os carros elétricos, por meio de um comunicado. O time criado pelo ex-piloto da F1, Jarno Trulli, vai deixar de existir depois de perder as duas primeiras corridas da temporada 2015/2016.
 
Problemas na alfândega na China, falha na revisão técnica na Malásia e problemas financeiros provocaram a crise e consequente saída da equipe do italiano. Isso significa também que a F-E terá apenas 18 carros na etapa de Punta del Este, que acontece neste fim de semana, no Uruguai.
A Trulli vai se retirar da  F-E (Foto: AP)
"Depois de falhar nas verificações técnicas em Pequim e em Putrajaya e também devido ao nosso acordo comercial com a F-E, somos obrigados a anunciar a retirada da Trulli", afirmou Francesco Test, diretor-executivo da esquadra.
 
"Como principais defensores do campeonato elétrico, também somos  a favor de deixar o lugar para que uma nova equipe possa entrar no grid e continuar a desenvolver a categoria e a tecnologia do carro elétrico", completou.
 
Alejandro Agag, chefão da F-E, também lamentou a saída do time. "Estamos desapontados que a Trulli decidiu deixar o campeonato. Ter um piloto como Jarno Trulli envolvido com isso desde os primeiros dias apenas serviu para impulsionar a credibilidade da F-E."
 
"Tomar a decisão de se tornar um fabricante completo foi ousada, o que comprovou seu pioneirismo ao encarar os desafios e os avanços técnicos da F-E", acrescentou o dirigente.
 
"Apesar de tristes em ver a Trulli deixar o campeonato, também temos de dizer que isso cria uma oportunidade para uma nova equipe e um novo fabricante, por isso estamos confiantes na força do campeonato para o futuro", encerrou.