F1
27/12/2017 09:00

Criticado após polêmica com sobrinho, Hamilton se desculpa por “palavras inapropriadas”: “Lapso de julgamento”

Na manhã de Natal, Lewis Hamilton divulgou em sua conta no Instagram um vídeo com sua família e foi duramente criticado por dizer ao sobrinho que “meninos não usam vestidos”, comentário feito ao garoto, que usava um vestido e segurava uma varinha mágica. Depois de ter removido o vídeo, o tetracampeão novamente fez uso das redes sociais. Mas para se retratar
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Lewis Hamilton (Foto: AFP)

Tetracampeão mundial e grande nome da temporada 2017 da F1, Lewis Hamilton chamou a atenção do mundo no último Natal. Mas não de forma positiva. Na manhã da última segunda-feira (25), o piloto da Mercedes publicou um vídeo em sua conta no Instagram, no qual disse ao seu sobrinho que “meninos não usam vestidos”. O comentário foi feito depois que o britânico viu que a criança usava um vestido rosa e segurava uma varinha mágica. Como tudo o que envolve Hamilton, o vídeo ganhou o mundo, e o piloto foi alvo de muitas críticas em razão do seu gesto. 
 
Na última terça-feira, Lewis usou as redes sociais para se retratar, pedir desculpas, e ainda removeu o vídeo da sua conta.
 
No vídeo, Hamilton disse: “Estou muito triste agora. Olhem meu sobrinho. Por que você está usando um vestido de princesa? Foi o que você ganhou de Natal?”, indagou o piloto, com a câmera em direção ao menino. “Por que você pediu por um vestido de princesa no Natal? Meninos não usam vestidos”, continuou Lewis.
Lewis Hamilton pediu desculpas após comentários sobre seu sobrinho no Instagram (Foto: AFP)
Vendo a dimensão dos seus comentários e as críticas sofridas pelo vídeo, Hamilton deletou o post. E assumiu o erro.
 

“Estava brincando com meu sobrinho e percebi que minhas palavras foram inapropriadas, então removi o post. Não quis atacar nem ofender ninguém, de forma alguma. Amo que meu sobrinho se sinta livre para se expressar, assim como todos nós deveríamos”, escreveu.
 
“Peço profundas desculpas por meu comportamento, já que percebo que ele não é aceitável para ninguém. Não importa de onde você seja, marginalizando e estereotipando os outros. Eu sempre apoiei que todos vivam suas vidas exatamente como desejam, e espero que eu possa ser perdoado por esse lapso de julgamento”, finalizou o piloto da Mercedes.
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018