F1
28/05/2018 11:29

Ocon diz que Mercedes e Force India “talvez” tenham usado ordens de equipe para beneficiar Hamilton em Mônaco

Esteban Ocon não impôs dificuldades a Lewis Hamilton durante um ciclo de pits no GP de Mônaco. O francês disse que a decisão “talvez” tenha sido fruto de ordens de equipe. Mesmo defendendo a Force India, Ocon tem contrato com a Mercedes
Warm Up
Redação GP, de Porto Alegre

Esteban Ocon não quis se comprometer quando perguntado sobre o possível uso de uma ordem de equipe para beneficiar Lewis Hamilton no GP de Mônaco deste fim de semana, vencido por Daniel Ricciardo. O francês, que não impôs qualquer dificuldade ao britânico durante briga por posição no ciclo de pit-stops, afirmou que “talvez” tenha existido uma ordem direta de Mercedes e Force India.
 
Depois de evitar uma resposta conclusiva sobre o lance, Ocon lembrou do vínculo com a equipe prateada: “Sou piloto da Mercedes. Você deveria perguntar ao meu chefe”, disse, perguntado pela rede de TV Sky Italia.
 
Ocon é piloto apoiado pela Mercedes desde 2015, quando corria na GP3. O vínculo com a montadora permitiu a estreia na F1 e o contrato com a Force India, que corre com os motores alemães.
Esteban Ocon beneficiou Lewis Hamilton em Mônaco? (Foto: Force India)

Sem perder tempo com Ocon, Hamilton evitou a possibilidade de ataque de Kimi Räikkönen, que iria aos boxes voltas depois. No fim do dia, Lewis ficou com o terceiro lugar em Mônaco.
 
Depois de destacar o vínculo com a Mercedes, Ocon fez uma análise da situação da corrida. Ainda sem ir aos boxes, o francês acredita que não chegaria a lugar nenhum disputando posição com Hamilton. “Não fazia sentido brigar, ele tinha pneus novos”.
 
Ocon cruzou a linha de chegada em sexto, o melhor resultado do ano. O francês volta à pista em duas semanas, no GP do Canadá.

Últimas Notícias
segunda-feira, 25 de junho de 2018
F1
MotoGP
F1
Indy
F1
F3
Superbike
F1
Mitsubishi
F1
Nascar
Motociclismo
F1
F2
F1
Galerias de Imagens
Facebook