F1
21/03/2018 05:45

Por aumento de ultrapassagens, FIA libera para GP da Austrália inéditas três zonas de acionamento da asa móvel

Após um ano com queda de 49% no número de ultrapassagens na F1, a FIA busca soluções e, a primeira delas, é aumentar a zona de DRS, a asa móvel traseira, durante o GP que abre a temporada 2018, na Austrália. Pela primeira vez, serão três na categoria
Warm Up / Redação GP,  de São Paulo
 Mercedes Duplo DRS

Em 2017, a F1 viu apenas 435 ultrapassagens durante toda a temporada. O número representou queda de 49% em relação às 866 vistas um ano antes.

Por motivos óbvios, a volta da emoção na pista se tornou um dos objetivos da FIA e, para tentar ajudar nesta questão, a entidade já anunciou mudanças para o GP da Austrália, prova que abre a temporada 2018 no próximo final de semana.

Para ajudar nas ultrapassagens, a FIA liberou três áreas de acionamento da asa móvel traseira, o DRS. É algo inédito na categoria, que só tinha visto, até o momento, duas zonas permitidas.
DRS visto na Ferrari (Foto: Reprodução)
Nessas áreas, os pilotos podem aumentar a velocidade e e as ultrapassagens ocorrem mais frequentemente. Em Albert Park, além da área entre as curvas 2 e 3, e da reta, poderão ativar o DRS entre as curvas 12 e 13. 

A corrida na Austrália é considerada, pelos pilotos, uma das mais complicadas de se conseguir ultrapassagens. O DRS está disponível na F1 desde 2011.
”VOCÊ TEM DE RESPEITAR”

EMOÇÃO GENUÍNA DE BARRICHELLO É EXEMPLO DE MOTIVAÇÃO