Indy
13/08/2015 22:02

Com Penske do atual líder do campeonato Montoya, Piquet faz primeiro teste na Indy no circuito de Sonoma

Nelsinho Piquet finalmente teve seu primeiro contato com um carro da Indy. O campeão da temporada inaugural da F-E usou o carro do líder da temporada Juan Pablo Montoya, da Penske, em teste reservado para novatos em Sonoma
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Nelsinho Piquet (Foto: Reprodução/Facebook)
Nelsinho Piquet está cada vez mais envolvido no mundo da Indy. Nesta quinta-feira (13), o campeão da temporada inaugural da F-E testou com o carro de Juan Pablo Montoya no circuito de Sonoma, palco da decisão da temporada da categoria.
 
A oportunidade para o brasileiro surgiu pela Penske. Tradicionalíssima equipe do grid da Indy, a Penske deu a chance para Piquet no teste de novatos desta quinta.
 
Piquet, que além de ter disputado com êxito a primeira temporada da F-E, também corre no Global Rally Cross e disputou, em Toronto, uma rodada da Indy Lights pela equipe Carlin, em substituição ao britânico Max Chilton, que disputou as 24 Horas de Le Mans pela Nissan no mesmo fim de semana. O piloto mostrou rápida adaptação ao carro, inclusive fazendo a pole-position, mas não completou a prova depois de ter sido envolvido em um acidente.
Nelsinho Piquet testou com a Penske em Sonoma (Foto: Reprodução/Facebook)
Em entrevista exclusiva concedida ao GRANDE PRÊMIO, Piquet deixou claro que não pensa em trocar a F-E pela Indy hoje.
 
“Se fosse agora, nesse momento, eu escolheria a F-E. Estou bem, ganhando corridas, campeonato, não tem razão para sair, seria uma besteira. Ir para uma categoria que tem pilotos lá há dez anos, muito mais experientes que eu, que conhecem todas as pistas, é meio burrice eu fazer um negócio desse”, disse.
 
Mesmo exaltando o valor que a F-E ganhou em sua carreira e seu ótimo momento – defendendo o título na segunda temporada – Piquet não descartou tentar a categoria norte-americana no futuro.
 
“Agora, uma geração nova de carros, novas pistas, coisas que façam mudar um pouco para todo mundo, aí poderia até ser possível, mas não tem motivo para fazer isso agora. Se a F-E não estiver indo bem no futuro, talvez”, completou.
 
Em sua página oficial no Facebook, Nelsinho postou um vídeo com a preparação do carro para ir à pista e agradeceu a chance dada pela Penske.
 
"Me divertindo muito aqui em Sonoma testando este IndyCar! Muito bom, obrigado a Equipe Penske pela oportunidade!"
 
 
IndyCar Penske Test - Nelson Piquet Jr. 2015

Me divertindo muito aqui em Sonoma testando este IndyCar! Muito bom, obrigado a Equipe Penske pela oportunidade! 󾓪󾓮---Loving my first IndyCar experience! Thanks Penske Team for this great opportunity.󾓬󾓦#IndyCar #Penske #PenskeTeam

Posted by Nelson Piquet Jr on Quinta, 13 de agosto de 2015

Outras promessas do automobilismo também foram à pista. Ed Jones utilizou o carro de Graham Rahal, da RLL, enquanto Ryan Phinny guiou o KV de Sébastien Bourdais e Spencer Pigot foi com a Penske de Will Power. Ótima surpresa da Lights, Sean Rayhall usou o carro de Charlie Kimball.

Líder da temporada da Lights, Jack Harvey testou pela SPM. O britânico postou por duas vezes em sua conta no Twitter os agradecimentos ao time.

"Sensacional! Sensacional! Foram momentos incríveis no teste de hoje, obrigado de verdade, Schmidt! Obrigado pela oportunidade, não há palavras para descrever o que senti e estou sentindo", disse.