Sexto, Farfus lamenta perda de posição na última volta, mas admite: “Foi o máximo que poderíamos fazer”

Augusto Farfus largou em quinto e acabou a prova 1 na Áustria na sexta posição, após ser ultrapassado na última volta. Melhor piloto da BMW na prova, brasileiro diz que objetivo foi cumprido

Augusto Farfus concluiu neste sábado (1) a primeira corrida do DTM na Áustria na sexta colocação. Melhor BMW na pista, o brasileiro duelou pela quarta posição durante toda a prova com Christian Viertoris, que o ultrapassou ainda na largada. Na última volta, acabou sendo surpreendido por Mattias Ekström e perdeu a quinta colocação.

 
Mesmo longe do pódio, Farfus somou alguns pontos no campeonato, que o colocou em nono lugar na classificação. 
Augusto Farfus pontuou na primeira corrida na Áustria (Foto: DTM)
"No geral, foi um resultado positivo. Infelizmente perdemos o quinto lugar na última volta, após ter sido tocado pelo Ekström, mas foi o máximo que nosso carro podia ter feito. Fui o melhor BMW na tomada de tempos, fiz uma boa largada e uma corrida limpa, visando marcar os pontos para o campeonato, então o objetivo foi cumprido", comentou. 
 
"Nosso carro não está competitivo aqui, e no DTM é assim: o importante é que nos fins de semana difíceis, a gente consiga otimizar o resultado e levar o máximo de pontos para casa, e foi o que fizemos. Amanhã temos outra prova, e vamos trabalhar para melhorar o carro e estarmos mais competitivos", encerrou.
 
No domingo (2) acontece nova sessão de classificação e a segunda corrida da etapa, com 60 minutos de duração e um pit-stop obrigatório. A prova acontece às 10h. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube