2° dia de testes mostra lado genial da Mercedes mesmo sem andar rápido

A Mercedes teve apenas o nono lugar na tabela de tempos, mas ganhou as manchetes. O DAS, dispositivo que faz a cambagem do W11 mudar durante as voltas, é algo inédito na F1. Não sabemos ainda se o conceito de fato vai para a pista nos GPs de 2020, mas fica claro que a equipe prateada segue com muita gana de vencer e ser campeã

Quem olhar a tabela de tempos do segundo dia de pré-temporada da Fórmula 1, nesta quinta-feira (20) em Barcelona, vai ter algumas surpresas ao analisar as primeiras posições. Kimi Räikkönen, Sergio Pérez e Daniel Ricciardo colocaram respectivamente Alfa Romeo, Racing Point e Renault no top-3. Mas não há muito o que ser escrito sobre tais equipes, sendo franco. É que quem roubou a cena foi a Mercedes: mesmo que apenas com o nono melhor tempo com Lewis Hamilton, a escuderia voltou a mostrar porque está entrando para a história do automobilismo ao apresentar ao mundo o inédito DAS.
 
Trata-se de um mecanismo que permite mudança na cambagem do carro, através de um reajuste do volante. Puxe-o, e as rodas ficam em uma configuração com inclinação positiva (toe in); empurre-o, e as rodas ficam em negativa (toe out). Os pormenores do funcionamento já estão em outra análise do GRANDE PRÊMIO. Aqui cabe o reconhecimento de uma qualidade da Mercedes: mesmo com um carro já próximo do teto de performance permitido pelo regulamento vigente, a turma de Brackley ainda conseguiu encontrar algo para voar ainda mais alto.
 
Claro que haverá um debate a respeito da legalidade do mecanismo. Ferrari e Red Bull não precisaram nem esperar o próximo dia para indicar que o DAS fere o regulamento técnico da F1. Sebastian Vettel, ao mesmo tempo em que aplaudiu a ideia, deu a entender que um volante não pode ir para frente e para trás. Helmut Marko, consultor da equipe dos energéticos, sinalizou que mudar a cambagem faz variar a distância do carro em relação ao asfalto, o que não é permitido por regulamento. De qualquer forma, a Mercedes já tem uma carta na manga: o diretor-técnico James Allison disse já ter contactado a FIA (Federação Internacional de Automobilismo), que, segundo ele, deu sinal verde para a ideia.
A Mercedes tem a mesma fome de vitórias dos anos anteriores (Foto: Mercedes)

Ainda temos muito mais perguntas do que respostas sobre o DAS. Não sabemos se será usado e, sendo usado, se representará uma vantagem significativa para a Mercedes. Pode ser também que seja um tiro no pé de alguma forma, sendo talvez um mecanismo defeituoso. Só que, mesmo que tudo dê errado, uma coisa fica clara: a equipe prateada ainda está disposta a pensar fora da caixa e com fome de título. Isso após dominar a F1 por seis anos seguidos e provar inúmeras vezes como é forte. Não há sensação alguma de dever cumprido, e, sim, de que é preciso ir em frente.

 
Posto isso, é importante frisar algo: da mesma forma que não era possível cravar a Ferrari campeã após bons primeiros testes em 2019, não dá para cair na tentação de fazer o mesmo com a Mercedes em 2020. O carro prateado tem tudo para ser bom, mas ninguém viu direito o que Ferrari e Red Bull podem oferecer. As duas equipes, principais e talvez únicas ameaças aos prateados, relataram bons desempenhos nos primeiros dias em Montmeló. O que realmente pode fazer a atual campeã sorrir um pouco mais é a confiabilidade do W11, novamente inabalada.
 
A F1 ainda tem quatro dias de pré-temporada em Barcelona. Isso é tudo que está disponível antes do GP da Austrália, em março. São quatro dias para testar novidades vindas das fábricas e entender efeitos nos carros. Só que, venha o que vier, uma coisa para clara: ao menos o título de equipe mais criativa de 2020 já tem dona.
 

O GRANDE PRÊMIO cobre AO VIVO, em TEMPO REAL e 'in loco' os testes de pré-temporada da F1 em Barcelona com o repórter Vitor Fazio. Siga tudo aqui.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar