Acionistas da desenvolvedora do game da F1 aprovam venda por R$ 6,5 bilhões

A Codemasters, desenvolvedora do jogo oficial da Fórmula 1, teve a venda aprovada para a Eletronic Arts por seus acionistas. A expectativa é de que o acordo seja totalmente fechado ainda no primeiro trimestre do ano

A Codemasters, desenvolvedora do jogo oficial da Fórmula 1, vai seguir com o plano de ser adquirida pela Eletronic Arts por US$ 1,2 bilhão — cerca de R$ 6,5 bilhões — após a decisão favorável dos acionistas da empresa na última quarta-feira (3).

O anúncio oficial da venda foi feito no dia 14 de dezembro do ano passado, restando apenas questões burocráticas antes da decisão final. A EA é responsável pela criação de diversos jogos esportivos de futebol, beisebol e futebol americano, além de desenvolver a série de carros ‘Need for Speed’.

Os acionistas da Codemasters votaram por 63 a favor, contra 13 contra a mudança. O grupo representa 98% das ações da companhia. Com isso, restam questões jurídicas a serem resolvidas na Alemanha e na Áustria, com reunião já definida no dia 16 de fevereiro.

O restante do acordo está previsto para ser resolvido ainda no primeiro trimestre de 2021, com a Codex Games Limited, subsidiária da EA, se tornando a dona da Codemasters oficialmente. Ainda não há nenhuma notícia sobre o desenvolvimento do jogo F1 2021 e se o mesmo será impactado pela mudança de donos.

O F1 2020 foi o último jogo lançado pela Codemasters (Foto: Reprodução/Codemasters)

“Acreditamos que há uma atraente oportunidade em unir Codemasters e Eletronic Arts para criar um incrível e inovador jogo de esporte a motor para os fãs”, disse Andrew Wilson, CEO da EA.

“Nossa indústria está crescendo, assim como a categoria, e juntos vamos ficar bem posicionados para liderar uma nova era do entretenimento de automobilismo”, completou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Para a Codemasters, a venda representa um trampolim na busca por ainda mais sucesso com suas franquias. Do ponto de vista da EA, a compra permite maior variedade no gênero de automobilismo: a companhia que tinha apenas o Need for Speed passa agora a ter acesso ao jogo oficial da F1, além de outras séries como Project Cars, DiRT e Grid.

Os jogos oficiais de F1 se tornaram ainda mais importantes em anos recentes. Além do apelo ao público geral, a franquia virou plataforma para eSports. A categoria promove seu próprio campeonato desde 2017, usando sempre o videogame oficial, e com premiação e audiência crescente.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube