Albon destaca nova recuperação, mas admite: “Poderia ter sido melhor que 5º lugar”

Alexander Albon teve uma corrida de muitas ultrapassagens, mas ficou só em quinto, enquanto Max Verstappen venceu. O tailandês acha que poderia ter ficado em uma posição melhor

Max Verstappen venceu em um show de pilotagem e de estratégia, mas a Red Bull não teve um domingo (9) tranquilo com Alexander Albon no GP dos 70 Anos. O tailandês fez nova prova de recuperação e voltou a empilhar ultrapassagens, mas novamente largou do meio do pelotão e chegou em quinto. Albon exaltou o ritmo, mas reconheceu que poderia ter ficado em uma posição melhor.

Albon destacou o rendimento do carro no fim, quando tirou mais de 15s para Lance Stroll, mas admitiu que faltou ritmo no meio do pelotão em outros momentos da prova.

“Quando estávamos de cara para o vento, o carro era realmente incrível. Pudemos realmente mostrar nossa velocidade. Meu ritmo no último stint foi muito, muito bom. Foi uma boa recuperação, mas poderia ter sido melhor do que o quinto lugar”, disse à emissora holandesa Ziggo Sport.

Alexander Albon chegou em quinto no GP dos 70 Anos (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

O tailandês falou das frequentes brigas que teve durante a corrida. Mais uma vez, Albon brigou com Pierre Gasly por quase um stint inteiro.

“O ar limpo realmente fez a diferença. Andei muito tempo perto de outros carros, passei a corrida quase toda lutando e ultrapassando muito. Aí, quando fiquei livre, consegui acelerar. Foi uma pena que não pudemos forçar mais cedo”, completou.

Albon vem em sexto no Mundial de Pilotos com 36 pontos, dois a menos que Lando Norris e 41 atrás do parceiro Verstappen.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube