Albon recorda “trabalho pesado” antes de primeiro pódio na F1 em Mugello

Alexander Albon precisou remar no GP da Toscana, onde conseguiu o primeiro pódio na F1. O tailandês teve corrida intensa, tanto pelo lado físico quanto pelas brigas na pista

Alexander Albon finalmente pode bater no peito e dizer que já foi ao pódio na Fórmula 1. Depois de algumas oportunidades perdidas, o GP da Toscana deste domingo (13) teve as reviravoltas necessárias para levar o tailandês ao terceiro lugar. Só que não foi um resultado de mão beijada: Albon recorda que precisou lutar bastante na pista para assegurar o top-3.

“Foi bom, foi bom”, disse Albon, entrevistado logo após a corrida. “Óbvio, levou um tempo até chegar aqui [no pódio] e foi difícil. Tive que trabalhar pesado, mas eu fico feliz. Eu consigo respirar agora e é uma sensação boa estar aqui. A gente não largou muito bem, então eu tive que me virar com ultrapassagens. Nosso carro é bom de freio”, seguiu.

A grande briga de Albon foi nas voltas finais. O tailandês estava em quarto e caçando Daniel Ricciardo, que passou boa parte do GP da Toscana em terceiro. Depois de um começo de prova até tímido, o tailandês mostrou bom ritmo nas voltas finais e fez a ultrapassagem sobre o australiano.

Alexander Albon finalmente subiu no pódio da F1 (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O terceiro lugar vem em uma pista que muito exigiu dos pilotos. Mugello tem traçado repleto de curvas de alta velocidade, e isso em um dia de calor intenso na Itália. Essa combinação poderia ser uma pedra no sapato dos pilotos caso a corrida não tivesse duas paralisações, ambas por bandeiras vermelhas.

“Foi até [fisicamente] ok. Eu esperava que fosse pior, apesar de que tivemos duas bandeiras vermelhas. Esse circuito não perdoa, principalmente nas curvas de alta velocidade do segundo setor. Fora isso, acho que eu senti mais adrenalina do que qualquer outra coisa. Fico feliz”, encerrou.

O pódio de Albon vem após duas grandes frustrações. Nos GPs do Brasil de 2019 e da Áustria de 2020, o tailandês rodou após toques com Lewis Hamilton, terceiro colocado.

Hamilton, por sinal, acompanhou Albon no pódio como vencedor do GP da Toscana. Valtteri Bottas foi o segundo colocado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube