Albon vê culpa “50 a 50” em toque com Magnussen e diz: 8º foi “redução de danos”

Alexander Albon julgou o acidente com Kevin Magnussen, no começo da corrida, como "50 a 50". Anglo-tailandês somou 4 pontos mesmo punido e passando boa parte da corrida fora do top-10

Alexander Albon conquistou pontos após um complicado GP da Inglaterra, realizado neste domingo (2). O piloto da Red Bull largou em 12º e se envolveu em acidente com Kevin Magnussen, da Haas, ainda na primeira volta.

Punido em cinco segundos, Albon contou com uma estratégia de duas paradas da Red Bull e teve de remar para ficar na oitava posição, se beneficiando dos estouros de pneu de Valtteri Bottas e Carlos Sainz na reta final da corrida. Alex deu o ponto de vista a respeito do acidente que eliminou Magnussen da corrida.

“É claro que tive sorte com os estouros para chegar lá. Foi uma corrida OK. Teve a punição. Foi 50 a 50 ali, o Kevin saiu da pista e tinha o espaço. Acho que ele não me viu ou a distância diminuiu muito rápida. Tentei escapar da fechada, mas foi tudo muito rápido””, comentou o anglo-tailandês.

F1; FÓRMULA 1; F1 2020; KEVIN MAGNUSSEN; ALEXANDER ALBON; GP DA INGLATERRA;
Kevin Magnussen e Alexander Albon em incidente no início do GP da Inglaterra (Foto: Reprodução)

O fim de semana não foi dos mais fáceis para Albon, que novamente foi eliminado no Q2 e largou abaixo do top-10. Com 26 pontos, ele é o sexto colocado no Mundial de Pilotos.

“Tivemos as avarias, mas o ritmo durante a corrida não foi ruim. Tivemos de fazer muito neste fim de semana, oitavo não era o que queria, mas é redução de prejuízo”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube