Ameaçado, Massa relativiza teste de Kubica com Williams de 2014: “Os carros são completamente diferentes”

Robert Kubica vai testar a Williams de 2014, mas Felipe Massa não vê a atividade como muito útil. O brasileiro acredita que a pilotagem do bólido é bem diferente da utilizada em 2017. Os dois pilotos brigam por vaga na equipe britânica em 2018

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Felipe Massa chega ao autódromo de Suzuka ainda sem novidades sobre 2018 – a permanência na Williams ainda é incerta. A novela, ainda sem definição no horizonte, deve ganhar um novo elemento nos próximos dias. Robert Kubica vai testar a Williams de 2014, dando sequência ao processo de readaptação à F1. Massa, porém, aponta um detalhe: o carro antigo não serve como referência para a pilotagem de 2017.
 
“Acho que isso não muda minha situação. A Williams sabe 100% o que eu posso fazer. Se você faz um teste com um carro de quatro anos atrás, é algo completamente diferente. Não tem como avaliar”, indicou Massa, questionado durante a coletiva de imprensa do GP do Japão.
 
Kubica é, junto de Paul di Resta, a grande ameaça ao futuro de Massa na F1. O trio está na briga pela segunda vaga da equipe, que virou um bom negócio para aqueles que ainda não tem contrato para 2018.
Felipe Massa ainda não sabe o que fará em 2018 (Foto: Xavier Bonilla/Grande Premio)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A indefinição é um problema para Massa, que gostaria de saber o que será do seu futuro até a altura do GP do Brasil, marcado para 12 de novembro. “Não temos um prazo final, mas acho que seria bom para mim e para a equipe saber o que vai acontecer antes do GP do Brasil”, opinou.
 
A preocupação de Massa com o GP do Brasil é clara. Em 2016, quando ainda não tinha planos de regressas para substituir Valtteri Bottas na Williams, o piloto recebeu diversas homenagens em Interlagos. O carro contou com a mensagem ‘obrigado’ e, após sofrer um acidente na chuva, Felipe foi ovacionado no caminho de volta aos boxes.
 
Mesmo com futuro incerto na F1, Massa frisa que não se preocupa. “Eu estou bastante tranquilo. Não sei o que vai acontecer no ano que vem, mas estou focado em fazer outra temporada. Acho que tenho condições de correr por mais um ano, mas não sou eu quem toma essa decisão. Isso fica com a equipe”, encerrou.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da F1 no Japão AO VIVO e em TEMPO REAL, com livetiming e gráfico interativo.

HÁ ESPERANÇA?

MESMO COM RESULTADO RUIM, VETTEL GANHA FORÇA NA MALÁSIA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube