Ansioso por guiar F1 em Monza, Nasr crê que veloz traçado do GP da Itália se adapta “muito bem” ao carro da Sauber

Felipe Nasr se mostrou ansioso por voltar a guiar, neste fim de semana, em Monza, palco do GP da Itália de F1, a 12ª etapa da temporada 2015. O piloto da Sauber acha que o carro suíça vai se adaptar bem ao traçado veloz da pista italiana

Felipe Nasr não escondeu a ansiedade em voltar ao circuito histórico de Monza, uma "pista que conhece muito bem", mas agora para andar pela primeira vez com um carro de F1. O brasileiro foi só elogios ao veloz traçado italiano e elegeu a famosa Parabólica como sua curva preferida.

"Monza é uma pista histórica. E é um circuito que conheço muito bem devido às categorias em que competi antes da F1. Além disso, voltar para lá me lembra da época em que mudei para a Itália e morava a apenas 40 minutos de distância da pista", contou Nasr. "Para mim, Monza é um circuito único", completou.

Felipe Nasr se disse ansioso por voltar a Monza (Foto: AP)

"O traçado é muito bom, e a Parabólica é a minha curva preferida. Por isso, estou ansioso para pilotar novamente, porque vai ser a primeira vez com um carro de F1 por lá", acrescentou o brasiliense.

O piloto da Sauber também tem mais motivos para se mostra ansioso pela etapa italiana. Para Felipe, o circuito de longas retas e curvas da alta velocidade vai se adequar bem ao C34 da equipe suíça. "A pista de alta velocidade deve se adaptar bem ao nosso carro", disse.

"Apenas temos de encontrar um acerto eficiente para ter uma boa velocidade nas retas, mas sem perder muito nas curvas. Também é preciso ter uma boa estabilidade nas frenagens. A tração na saída das chicanes também é importante", explicou Nasr.

O brasileiro de 23 anos ocupa atualmente a 13ª colocação na tabela de classificação do Mundial de Pilotos, com 16 pontos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube