Após acidente em Mônaco, Wehrlein se preocupa por lesão anterior e reclama de Button: “Ali não dava para passar”

Pascal Wehrlein se mostrou preocupado com o acidente que sofreu em Mônaco, especialmente depois das lesões que adquiriu no início do ano em episódio semelhante na Corrida dos Campeões. O alemão se queixou da manobra de Jenson Button na corrida deste domingo, já o inglês se assustou com a maneira como o carro da Sauber saiu do chão após o toque

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : ‘pt’
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : ‘inread’
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Pascal Wehrlein protagonizou a cena mais dramática do GP de Mônaco neste domingo (28). O alemão da Sauber vinha à frente de Jenson Button, na 18ª posição, e ambos disputavam a colocação quando o inglês colocou o bico da McLaren por dentro na curva que antecede à entrada do túnel, o toque levantou o carro do alemão, que foi de encontro com a barreira de pneus da pista monegasca.

 
Apesar de assustador, Wehrlein saiu ileso e deixou o carro andando, assim que os fiscais conseguiram retirá-lo de dentro do cockpit. Falando à emissora Sky Sports F1, o piloto confirmou que estava bem, mas que chegou a bater a cabeça no momento do acidente. "Espero que esteja bem, eu bati a cabeça na barreira, então teremos de fazer um exame mais detalhado mais tarde. Vamos ver", contou.
 
"Foi assustador. Começou a sair fumaça dos freios e eu não conseguia sair do carro", explicou Pascal, lembrando das lesões nas costas que adquiriu depois de um acidente sofrido ainda no início do ano, durante a Corrida dos Campeões. Inclusive, o jovem perdeu as duas primeiras corridas do ano por conta daquele incidente. 
Wehrlein fica a 90º após toque de Button na Portier. Por sorte, o alemão escapou ileso (Foto: Reprodução)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"Com a lesão que tive, não tenho certeza se está tudo bem", emendou.

 
Werhlein ainda se queixou do inglês da McLaren. "Ele não estava em nenhum lugar. Aquela não era uma curva que se possa ultrapassar. Foi uma manobra boba", disse.
 
Button, por sua vez, contou que achou que Pascal estava consciente da tentativa de ultrapassagem. "Eu entrei por dentro e pensei que estava tudo certo, mas aí percebi que ele não tinha me visto. Esses carros agora estão mais difíceis de enxergar quem vem atrás. Nunca vi um carro levantar de lado assim", explicou o campeão de 2009, que voltou em Mônaco apenas para substituir Fernando Alonso.
 
"Mas o mais importante é que Pascal está bem", encerrou.
 
GENIAL, ALONSO FOI ESPETACULAR NA CLASSIFICAÇÃO EM INDIANÁPOLIS E ENTRA NO PÁREO PELA VITÓRIA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = ‘ca-pub-6830925722933424’;
google_ad_slot = ‘8352893793’;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(‘crt_ftr’).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(‘cto_ifr’);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(‘px’)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write('’);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube