Atual campeão mundial, Rosberg volta à F1 como comentarista de emissora britânica no GP do Japão

Nico Rosberg vai fazer parte da equipe da emissora britânica Sky Sports neste fim de semana de GP do Japão como espécie de guru. O alemão, atual campeão mundial de F1, venceu a prova realizada em Suzuka no ano passado, fundamental para pavimentar seu caminho rumo à maior glória da sua carreira

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O campeão voltou. Aposentado cinco dias depois de faturar o título no ano passado, Nico Rosberg vai voltar a fazer parte de um fim de semana de F1 em Suzuka, palco do GP do Japão, a 16ª etapa da temporada 2017. Mas o alemão não vai vestir balaclava, sapatilha e capacete, mas sim o terno. O alemão vai atuar como comentarista da equipe da emissora britânica Sky Sports, unindo-se a outros ex-pilotos como Damon Hill — também campeão mundial —, Johnny Herbert, Martin Brundle e Anthony Davidson, além do repórter Ted Kravitz, como parte da cobertura na classificação e também na corrida, a ser realizada no próximo domingo (8). 

 
Aos 32 anos, Rosberg volta a Suzuka, onde alcançou uma vitória fundamental para a conquista do seu título mundial no ano passado. Desta vez, do lado de fora, o alemão vai passar as suas impressões e conhecimentos do lado de fora, comentando a disputa em um dos circuitos mais adorados pelos pilotos ao longo da temporada.
Nico Rosberg vai se unir à equipe da Sky Sports no fim de semana do GP do Japão (Foto: Reprodução/Twitter)
“Estou empolgado em confirmar que vou me juntar à equipe da Sky Sports F1 neste fim de semana no Japão. Desde minha aposentadoria, no ano passado, estive apenas assistindo a alguns poucos GPs, então estou muito satisfeito em voltar”, declarou o campeão.
 
“Em 2016, tive uma grande vitória nesta pista, então estou ansioso em compartilhar minhas impressões e lembranças de Suzuka. Amo essa pista, e os fãs também são incríveis. Vai ser ótimo ter a chance de agradecer aos fãs japoneses pela maravilhosa torcida ao longo dos anos”, complementou o atual campeão do mundo.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Além do trabalho como comentarista neste fim de semana, Rosberg mantém seu envolvimento com a F1 como um dos gestores da carreira do piloto Robert Kubica

 
O polonês, que sonha em voltar ao grid do Mundial e luta para garantir um lugar na Williams, ocupando o lugar de Felipe Massa no ano que vem, vai testar nas próximas semanas, em Silverstone e em Hungaroring. E tem em Rosberg um elemento importante para se colocar de volta ao grid sete anos depois de ter de se retirar em razão de um gravíssimo acidente no Rali Ronde di Andora, na Itália.
HÁ ESPERANÇA?

MESMO COM RESULTADO RUIM, VETTEL GANHA FORÇA NA MALÁSIA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube