Audi descarta entrada na Fórmula 1 nos próximos dez anos: “Não aparece nos planos”

A Audi, através de um porta-voz à emissora RTL, desmentiu qualquer tipo de rumor envolvendo a entrada na Fórmula 1 a partir de 2025 ou uma parceria com a Red Bull. A montadora alemã ressaltou que possui uma estratégia já definida para os próximos anos e a categoria não está nos planos

A partir de 2025, a Fórmula 1 planeja introduzir novos motores. A proposta já está sendo discutida por dirigentes das equipes e da categoria, mas ainda não há um consenso sobre as medidas a serem adotadas. Mesmo assim, rumores surgiram sobre possíveis entradas de Audi e Porsche no grid.

A Audi, assim como a BMW, anunciou no fim do ano passado a saída da Fórmula E no término da temporada 2021. A montadora alemã anunciou o fim do projeto oficial na categoria de carros elétricos, mas considera fornecer unidades de potências para equipes interessadas no serviço.

Por outro lado, a Audi também confirmou a entrada no Dakar a partir de 2022, onde pretende utilizar um protótipo elétrico, com bateria de alta-voltagem que pode ser carregada durante a condução através do motor TFSI. Agora, a Fórmula 1 aparece nos radares, especialmente como fornecedora de motores da Red Bull, de acordo com a publicação alemã Auto Motor und Sport.

MAX VERSTAPPEN; GP DE ABU DHABI; F1; FÓRMULA 1;
Red Bull teve o nome ligado a uma possível entrada da Audi na F1 (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Em declaração à emissora RTL, no entanto, um porta-voz da Audi desmentiu qualquer tipo de negociação com equipes da F1 para entrar na categoria no futuro próximo, dizendo que a montadora possui planos no esporte a motor pronta para os próximos 10 anos e “a Fórmula 1 não aparece”.

O porta-voz ainda afirmou “não negocia com nenhuma equipe da F1 no momento” e ironizou a repetição dos rumores dizendo que a resposta “está pronta nos rascunhos nos últimos anos”.

Outra companhia alemã que surgiu como possível fornecedora de motores para 2025 foi a Porsche. A montadora, segundo o site RaceFans, esteve presente em algumas reuniões sobre desenvolvimento de unidades de potência da Fórmula 1 recentemente. A empresa pertence ao Grupo Volkswagen que, historicamente, possui relações próximas com a Red Bull.

Detalhes sobre um possível fornecimento de motores, no entanto, não foram divulgados. A F1 pretende implementar novas unidades de potência em 2025, quando também encerra-se o atual Pacto da Concórdia. A categoria ainda não sabe como serão os equipamentos futuros, mas já definiu alguns objetivos, buscando corrigir problemas da geração de V6 Turbo.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube