Baku mostra Pérez em alta, Alonso redimido e Mazepin ainda lamentável

O GP do Azerbaijão foi de extremos. Sergio Pérez e Sebastian Vettel tiveram um dia de redenção, enquanto Lewis Hamilton e Max Verstappen foram do céu ao inferno

Mark Webber (Vídeo: Channel 4)

O GP foi Azerbaijão foi emocionante. Não apenas por desempenhos incríveis de alguns pilotos, mas também pelo fato de os pneus duros da Pirelli terem protagonizado dois acidentes em altíssima velocidade – dos quais, felizmente, Max Verstappen e Lance Stroll sairam ilesos.

Antes de entrar nos destaques da corrida, gostaria de mencionar que a Pirelli informou que os pneus duros tinham durabilidade de até 40 voltas. Com menos do que isso estouraram em dois carros diferentes. Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, disse que não houve qualquer sinal na telemetria de Verstappen indicando um possível problema de pneu. Portanto, a Pirelli já precisa investigar a fundo o que aconteceu, já que detritos na pista podem ter sido a culpa do problema, possivelmente eximindo a fornecedora de culpa.

SERGIO PÉREZ; RED BULL; FÓRMULA 1; F1; GP DO AZERBAIJÃO; AZERBAIJÃO; BAKU;
Sergio Pérez vibra com vitória no GP do Azerbaijão (Foto: Clive Rose/Red Bull Content Pool/Getty Images)

Em relação aos destaques da corrida, eu citaria:

– Performance excelente da Red Bull. Tanto Max Verstappen quanto Sergio Perez foram excepcionais na corrida. O holandês, aliás, merecia demais a vitória. O mexicano tinha tudo para terminar logo atrás de Verstappen, e acabou vencendo após o acidente de seu companheiro de equipe. A decisão da Red Bull de contratar Perez vem se mostrando bastante correta.

– A Mercedes teve um fim de semana péssimo, tanto por causa do carro inconsistente em pista quanto em função do desempenho de seus pilotos. Valtteri Bottas esteve apagadíssimo em treinos, classificação e corrida. E Lewis Hamilton vinha com uma performance até acima do esperado, mas vacilou na relargada e nem sequer pontuou. Pode ser decisivo para o campeonato num ano tão acirrado.

Sebastian Vettel teve um desempenho fenomenal, como há tempos não se via. Fiquei muito feliz por ele e pela equipe, já que foi o primeiro pódio da Aston Martin na categoria. A estratégia de fazer um pit-stop tardio valeu a pena.

Pierre Gasly está numa fase incrível e conseguiu um merecidíssimo pódio. E é impossível não notar o contraste dentre Gasly e Yuki Tsunoda. É inocência imaginar que os dois teriam desempenhos semelhantes já que Tsunoda é um novato na categoria, só que a postura apresentada é lamentável. O japonês reclama demais via rádio e já insinuou que seu carro é pior que o de Gasly. Além disso, não me parece saber lidar com a própria falta de velocidade e conhecimento da categoria.

NIKITA MAZEPIN; MICK SCHUMACHER; GP DO AZERBAIJÃO; BAKU; HAAS;
Nikita Mazepin fecha Mick Schumacher e provoca fúria (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

– A Ferrari teve um bom fim de semana e quase conseguiu um pódio com Charles Leclerc após uma pole-position impressionante. Carlos Sainz vinha bem também mas errou com após seu pit-stop e perdeu tempo demais com isso.

Daniel Ricciardo continua sofrendo com sua adaptação na McLaren, novamente andando atrás de Lando Norris, além de vacilar na classificação com uma batida. Precisa melhorar urgentemente.

Fernando Alonso finalmente teve um fim de semana decente. Andou na frente de Esteban Ocon também por fatores externos (bandeiras vermelhas, problema de Ocon com o carro…) mas ainda assim foi bem. Espero que continue melhorando corrida a corrida.

Nikita Mazepin é uma vergonha para o esporte e não cansa de nos lembrar isso a cada GP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar