O que faz ‘botão do freio’ que Hamilton acionou e o tirou dos pontos no Azerbaijão

Botão "mágico" acionado acidentalmente por Lewis Hamilton na relargada do GP do Azerbaijão tem função de jogar capacidade de frenagem da Mercedes para as rodas dianteiras do carro

Acidente do líder, erro do campeão e vitória de Pérez: os melhores momentos do GP do Azerbaijão (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Lewis Hamilton surpreendeu a todos durante o GP do Azerbaijão ao cometer um incomum erro, que o jogou de 2º da relargada da corrida para 15º na bandeira quadriculada. O heptacampeão tinha tomado a ponta do mexicano Sergio Pérez, da Red Bull, mas acabou passando reto na curva 1 do circuito de rua de Baku, caindo para fora da zona de pontos.

Após o erro dramático que custou uma potencial vitória no Azerbaijão, Hamilton perguntou a Mercedes no rádio: “Eu deixei o ‘botão mágico ligado’? Eu poderia jurar que desliguei isso”. Após a corrida, Lewis contou que o dispositivo serve para ajudar no aquecimento de freios e pneus antes da largada e durante o período de safety-car, quando o pelotão anda em velocidade reduzida.

“Existe um botão que ajuda a aquecer os freios dianteiros. Assim que o Pérez largou, eu reagi, acidentalmente liguei o botão e passei reto, já que só tinha os freios dianteiros”, explicou o heptacampeão em entrevista após a corrida, demonstrando que o “modo mágico” praticamente joga toda a capacidade de frenagem do carro para as rodas dianteiras em vez de buscar um equilíbrio de 55-45% ou 60-40% entre as partes do carro, deixando a traseira praticamente sem freio.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

LEWIS HAMILTON; SERGIO PÉREZ; RELARGADA; GP DO AZERBAIJÃO; BAKU;
Lewis Hamilton errou na relargada e ajudou Sergio Pérez a vencer o GP do Azerbaijão (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff também detalhou a questão da diferença do balanço dos freios por conta do dispositivo. “Ele tocou um botão e o equilíbrio do freio mudou, foi todo para a frente e basicamente o carro não para”, citou o mandatário.

“Sabemos do déficit e sabemos que temos buracos que precisamos superar, mas não tenho dúvidas de que é um time tão forte e bravo, que vamos transformar a raiva em algo positivo e voltar mais fortes”, completou Wolff.

O resultado em Baku foi desastroso para Hamilton. Sem pontuar no Azerbaijão, ele segue 4 pontos atrás do rival Max Verstappen na classificação do campeonato. Max também saiu zerado da etapa após sofrer um estouro de pneu enquanto liderava a corrida em Baku. Se chegasse no segundo lugar, Lewis abriria 14 pontos de frente ao concorrente.

A Fórmula 1 retorna no dia 20 de junho com o GP da França, no circuito de Paul Ricard. Será a sétima etapa do Mundial de 2021.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar