Sainz vê classificação na Itália como “progresso”, mas Leclerc reclama: “Dia difícil”

Charles Leclerc revelou alguns problemas que teve com sua SF21 durante a classificação desta sexta-feira (10), em Monza, mas disse que a oitava posição foi um bom resultado. Sétimo, Carlos Sainz Jr. concordou com o monegasco e afirmou esperar por melhores resultados no domingo

GP DA ITÁLIA DE F1: TUDO SOBRE A CLASSIFICAÇÃO EM MONZA | Briefing

Durante a semana, a Ferrari já via dificuldades para o GP da Itália, com os problemas remanescentes em uma inconstante SF21. E, durante toda a classificação desta sexta-feira (10), Carlos Sainz Jr. e Charles Leclerc perceberam um problema no motor do carro, que não permitiu um melhor desempenho e deixou os pilotos na sétima e oitava posições, respectivamente. Por isso, o monegasco explicou que não foi um dia fácil, mas que sair de 8º não é de todo mal. O dono do carro #55 concorda, sobretudo por ver o sétimo lugar como “um progresso” em uma pista extremamente difícil para a equipe de Maranello.

“Hoje foi um dia muito difícil para mim, tivemos um problema em toda a classificação. Estamos tentando consertá-lo ou será muito difícil fazer a corrida sprint. A oitava posição é um bom resultado para mim”, disse Leclerc, após a sessão classificatória.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O dono do carro #16 revelou que o problema é, de fato, na unidade de potência de seu carro. Na tentativa de lidar com a dificuldade, ele vê que a prioridade é estar no top-10 na corrida de domingo.

“Não vou entrar em detalhes, mas é algo na unidade de potência. Seria ótimo ganhar alguma posição amanhã, mas os pontos serão na corrida principal do domingo”, acrescentou.

Sainz saiu otimista da classificação desta sexta-feira (10) (Foto: Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Briga entre Schumacher e Mazepin ganha ares de incontornável e tumultua Haas

Sainz saiu mais otimista que seu companheiro de equipe. Em seu primeiro ano de Ferrari, a apresentação em frente aos tifosi já foi muito melhor que em 2020 — em que a melhor posição conquistada na classificação pela Scuderia foi a 13ª. Assim, o espanhol também espera que o fim de semana possam entregar melhores resultados à Ferrari, que faz seu máximo por um bom resultado em casa.

“Acho que hoje foi uma classificação tranquila e desde o início do Q1 vimos que estávamos um pouco longe do top-5”, explicou Sainz. “Mas conseguimos manter o carro ao longo da sessão, dando boas voltas. Queremos mais para o fim de semana. A sétima e oitava posições são um progresso, pensando no GP da Itália do ano passado”.

COMO BOTTAS TEM CHANCE NA ALFA ROMEO DE SER PROTAGONISTA DE SUA HISTÓRIA NA F1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar