Leclerc mantém pés no chão depois de primeiro dia de testes: “Não podemos nos empolgar”

Charles Leclerc terminou o primeiro dia de testes em Barcelona com o segundo melhor tempo, mas preferiu valorizar o número de voltas dado pela Ferrari na Catalunha

AS 10 VEZES QUE A FIA INTERFERIU (E MUITO) NAS CORRIDAS DA FÓRMULA 1

A Ferrari foi uma das grande sensações do primeiro dia de testes coletivos da Fórmula 1 em Barcelona. O monegasco Charles Leclerc terminou a parte da manhã com o melhor tempo e, no geral, acabou atrás apenas de Lando Norris. Seu companheiro de equipe, Carlos Sainz, foi o terceiro no geral.

Não bastasse os bons tempos, a equipe italiana também foi a que mais completou voltas no Circuito da Catalunha, com 153 giros no total, seis a mais do que Max Verstappen e a Red Bull.

“Este sempre é um momento empolgante no começo de cada temporada”, disse Charles Leclerc. “Foi a primeira vez que nós realmente pudemos dar o máximo no novo carro e foi ótimo estar de volta ao volante. Nós completamos todos os testes que queríamos e completamos todo o programa tranquilamente, o que é ótimo para um carro novo. Estou ansioso para voltar à pista amanhã”, declarou.

Mas, se o público e a torcida da escuderia italiana se empolgaram com os bons tempos e o alto número de voltas completadas, Leclerc preferiu manter os pés no chão e relembrou que as equipes ainda estão escondendo o jogo.

 ▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Ferrari foi a equipe que mais completou voltas no primeiro dia de testes (Foto: Ferrari)

“O sentimento inicial não é ruim, mas não podemos nos empolgar com os tempos de hoje, porque são os primeiros dias e todos ainda estão escondendo sua forma completa. É impossível ter um cenário claro ainda, então temos de nos manter focados e trabalhando duro. Demos várias voltas, mais do que qualquer time, e isto é algo positivo para trabalharmos em cima”, disse o monegasco.

Carlos Sainz manteve o mesmo tom em seu discurso. Para o espanhol, o importante neste momento não é a tabela de tempos e, sim, aproveitar as voltas para aprender e se acostumar com a F1-75.

“A tabela de tempos não é importante neste estágio inicial, mas foi bem positivo andar um bom número de voltas e ter uma sensação real no volante”, afirmou Carlos Sainz. “Nós ainda temos muito trabalho para fazer, mas hoje já conseguimos sentir algumas diferenças em relação ao ano passado, ainda que eu não ache que vou demorar muito tempo para me acostumar”, disse o espanhol.

O GRANDE PRÊMIO cobre in loco a primeira semana de testes da Fórmula 1 no Circuito de Barcelona-Catalunha com Eric Calduch. Além disso, o GP acompanha tudo AO VIVO e EM TEMPO REAL.

O QUE ESPERAR DE HAMILTON NA FÓRMULA 1 2022?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar