Chefe confirma que Martini deixa Williams e F1 ao fim da temporada. E justifica: “Eles atingiram todos os objetivos”

Diretor-adjunta da Williams, Claire Williams confirmou que a equipe inglesa vai perder mesmo o patrocínio da Martini no fim desta temporada. A dirigente revelou que o contrato acaba neste ano e que não será renovado, apesar dos meses de negociação. A britânica também afirmou que a marca italiana vai deixar também a F1

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A Martini vai deixar a F1 ao fim desta temporada. Claire Williams, diretora-adjunta da equipe que leva seu sobrenome, confirmou na manhã desta terça-feira (27) que a marca italiana não vai renovar o contrato de patrocínio para além de 2018. A empresa dava nome ao time inglês desde 2014, quando decidiu entrar no esporte e a reviver a clássica pintura branca, com listras em vermelho e azul. 

 
“Sim, a Martini vai nos deixar depois do fim da temporada”, disse Claire aos jornalistas, em Barcelona, na coletiva acompanhada também pelo GRANDE PRÊMIO. “É o fim do contrato. A gente vinha discutindo com eles durante muitos meses, procurando uma possível renovação do acordo para além de 2018. A Martini tem sido uma importante parceira nesses últimos cinco meses. Nós fomos incrivelmente sortudos por termos sido escolhidos por eles quando decidiram integrar o esporte. Eles deram nome à equipe e conquistaram muitas coisas conosco neste tempo”, completou.
Chefe-adjunta da Williams, Claire Williams confirmou o fim da parceria com a Martini (Foto: Williams)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"Nós vivemos um período muito bem-sucedido juntos e acho que eles atingiram todos os objetivos que tinham. Acho que toda a marca possui objetivos claros de marketing, e é isso que a Martini está fazendo agora. Eles estão deixando não só a Williams, mas a F1 também. Não vamos vê-la em nenhuma outra equipe em 2019", acrescentou.

 
Questionado sobre como a equipe pretende agir diante da perda de um significativo patrocínio, a dirigente respondeu: "Como uma equipe independente, nós temos um departamento comercial bastante forte e ativo, que está sempre a procura de novos parceiros. Nós conseguimos novas parcerias ao longo deste inverno.  Mas não vou sentar aqui e dizer que estamos a procura de um novo patrocinador-máster. Não é o caso. Na verdade, é uma busca por fechar o orçamento para correr", concluiu.
 
Além da Martini, a Williams conta neste ano com um substancial apoio financeiro vindo de Lance Stroll, além dos parceiros de Sergey Sirotkin, os dois titulares do time.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube