Chefe da McLaren ataca “cópia”, e Racing Point responde: “Não faz ideia do que está falando”

A McLaren está entre as equipes que apelaram de punição branda à Racing Point por ilegalidade, e Zak Brown criticou de forma mais firme a equipe rival

Siga o roteiro da briga: na última sexta-feira, a FIA aceitou o protesto da Renault e puniu a Racing Point com a perda de 15 pontos no Mundial (e multa) por legalidade dos dutos de freio do RP20; no mesmo dia, a Ferrari se juntou aos franceses e a McLaren e apelou da punição, considerando a mesma branda.

Agora, no sábado (8), o clima esquentou de vez não só nas ações de bastidores, mas nas palavras públicas: primeiro, a Racing Point disse que “é simplesmente ridículo” ser punida por tal motivo; depois a McLaren foi para o ataque.

Zak Brown, chefe do time laranja, afirmou que o fato da Racing Point poder continuar com o mesmo carro punido em Silverstone é “confuso para os fãs”. E foi além.

“Como que algo que foi considerado ilegal pode continuar no carro? Sobre tudo isso da cópia, claro que eles alegam que copiaram por fotografia. Mas lendo o documento (mostrado à FIA) é óbvio que isso é bobagem e temo que questionar tudo naquele carro”, completou.

Racing Point foi alvo de três protestos da Renault no início da temporada (Foto: Racing Point)

Otmar Szafnauer, chefe do time rosa, não gostou. E respondeu em clima nada amistoso: O que Zak Brown disse que é bobagem, porque ele não é um engenheiro.”

“E estou surpreso em como ele sabe tão pouco das regras da Fórmula 1. Parece a mim que ele sabe mais sobre corridas histórias do que ele sabe sobre a Fórmula 1”, atacou.

Com este clima, o GP dos 70 anos segue com suas atividades e o GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana da etapa da Fórmula 1 que ocorre em Silverstone..

Paddockast #73 | A volta da Fórmula E
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube