carregando
F1

Chefe da Mercedes diz que F1 “não é essencial” em meio à pandemia e pede união

Em carta publicada pela Mercedes nas redes sociais, Toto Wolff escreveu sobre os tempos de crise que o mundo vive na esteira da pandemia do novo coronavírus e lembrou que, ainda que a F1 seja importante, não é essencial neste momento. “A saúde e o bem-estar dos nossos fãs, membros da nossa equipe e da sociedade em geral, no entanto, é”, disse

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

No momento em que o novo coronavírus avança pelo mundo, deixa feridas profundas em razão das milhares de mortes e traz perspectivas terríveis para os próximos meses, Toto Wolff, chefe da Mercedes, escreveu uma carta pedindo a união do esporte e da sociedade em tempos difíceis. O dirigente austríaco lembrou que a F1, por mais que seja importante e “o que nós amamos”, não é essencial em época de pandemia e crise global e que há algo prioritário para cuidar agora: vidas humanas.
 
Wolff assina carta publicada pela Mercedes neste fim de semana nas redes sociais. E lembrou que, ainda que pudesse ter sido frustrante não abrir a temporada — que teve seu início adiado em razão da pandemia do novo coronavírus e que só tem a perspectiva de começar em 7 de junho, no Azerbaijão —, o mais importante agora é cuidar da saúde de todos em geral.
Toto Wolff pediu união para o mundo superar a pandemia do novo coronavírus (Foto: Reprodução)
“Se você torce pelo prata ou vermelho, rosa ou amarelo, laranja ou azul, o que nos une é a paixão pelas corridas. Assim, a perspectiva de meses sem a F1 no começo da temporada, depois de meses de trabalho para estarmos prontos para a nova campanha, pode ser decepcionante”, escreveu o chefe da Mercedes.
 
“Também devemos levar em conta que corridas são entretenimento. Levamos isso muito a sério porque é o que nós amamos. Mas, no grande plano das coisas, isso não é essencial, de forma alguma. A saúde e o bem-estar dos nossos fãs, membros da nossa equipe e da sociedade em geral, no entanto, é”, explicou.
 
“Como equipe e como esporte, devemos fazer todo o possível para manter nossas pessoas seguras e minimizar o risco de disseminação do vírus. Apoiamos totalmente as decisões tomadas ontem [adiamento dos GPs da Espanha e Holanda, cancelamento do GP de Mônaco e adiamento das regras de 2021 para 2022], e vamos trabalhar juntos com a F1, a FIA e os promotores locais e com as outras equipes para encontrar as melhores respostas para nosso esporte nos próximos meses”, acrescentou.
 
Toto Wolff pregou união no momento em que o planeta vive em meio ao caos e diante do temor de um cenário sem precedentes desde a Segunda Guerra Mundial. O chefe da equipe lembrou que, em tempos de quarentena, é preciso buscar outras maneiras de entreter e se comunicar.
 
“Nosso esporte tem o poder não somente de entreter, mas de nos unir. Muitos de nós têm grandes lembranças assistindo corridas na TV ou na pista com suas famílias e amigos. Nas próximas semanas, essa união vai ser celebrada da melhor forma nas suas casas e longe do público. Sem contato direto, mas por vídeo conferência ou nas redes sociais”, disse.
 
“Nas próximas semanas e meses, vamos ter de nos adaptar aos novos desafios, mas vamos encará-los com a mesma energia e determinação que lutamos na pista. Não vamos ficar em silêncio, mas sim aproveitar nossa criatividade e usar nossa plataforma para ser uma voz positiva na comunidade da F1. Para vocês, nossos fãs, colegas de trabalho, parceiros e rivais, é nos unir para superar os desafios que temos pela frente”, acrescentou Wolff, que reforçou a recomendação, na esteira do discurso de Lewis Hamilton neste fim de semana. 
 
“Por favor, cuidem-se, sigam as recomendações dos especialistas, guarde distância e siga lavando suas mãos”, encerrou.

Paddockast #53
TÉO JOSÉ - O HOMEM QUE 'NÃO PERDE MAIS'


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.